sexta-feira, 10 de agosto de 2007

O Watergate de Lula

Se o Brasil tivesse uma oposicao digna desse nome, o escandalo da extradicao dos boxeadores cubanos seria o watergate de Lula. Seria o fim de seu mandato.

Se a oposicao fosse seria, encontraria de quem partiu a ordem para o uso da inteligencia da policia para a localizacao dos cubanos. Chegando nessa pessoa, o segundo passo seria descobrir por que ela tomou tal decisao. Houve contato direto com autoridades cubanas? O governo brasileiro agiu a pedido do governo cubano? Estabelecida essa relacao, esse e um motivo mais do que justificavel para um processo de impeachment do presidente da republica: membros do alto escalao do governo trabalhando a servico de uma potencia estrangeira; a revelia da populacao brasileira.

Outro pergunta que tambem precisa ser explicada: quem REALMENTE encontrou os boxeadores cubanos? Como eles foram encontrados? Sera que a inteligencia cubana ajudou? Sera que agentes do governo cubanos entraram no Brasil? Qual o motivo que levou o governo brasileiro a procurar pelos cubanos? Existem varios bolivianos ilegais em Sao Paulo, eles tambem serao extraditados? Existiu colaboracao entre governos? Essas sao as questoes que a oposicao deveria estar pesquisando.

Repito: esse episodio seria o Watergate de Lula caso a oposicao trabalhasse serio. Afinal, tudo leva a crer que o governo brasileiro trabalhou em conjunto com uma potencia estrangeira a revelia de autorizacao legal para isso.

8 comentários:

Mônica disse...

Esse fato parece que foi apenas um favorzinho que o Brasil o Governo brasileiro quis fazer pro Governo cubano. Lula não quis nem saber o que o povo brasileiro acharia, mais uma vez.
Sinceramente não sei em que Lula lucrou em fazer isso. Só mostrou que qualquer um manda aqui dentro - inclusive o tal do Fidel. Mas em troca do quê? O Brasil nem costuma receber favor de ninguém... Aliás, o Brasil só recebe prejuízo tanto aqui de dentro como de lá de fora.

Errol Flynn disse...

O Alexandre Garcia no Bom Dia Brasil (Jornal matutino da Globo) já andou malhando o governo brasileiro e disse que já há uma comissão de parlamentares pretendendo investigar o caso,..., vamos esperar que não seja fogo de palha...

Anônimo disse...

va trabalhar e deixe o governo em paz.

Anônimo disse...

cadeia nelle!!!!!!!!!!!!!

Fireley disse...

Pior foi ver um procurador da república (eu acho que era procurador), uma semana depois das acusações, vir à televisão dizer que procurou os boxeadores para lhes dar assistência jurídica e eles não quiseram. A matéria toda do Jornal Nacional mostrando os "caras do governo" afirmando que prestaram auxílio aos cubanos mas eles insistiram em voltar pra Cuba. Eles pensam que enganam a quem. Agora vão ter que se explicar até para uma comissão internacional de direitos humanos. Tomara mesmo que respondam por esse absurdo, o que eu acho pouco provável.

J. Coelho disse...

Tá incomodando os PeTralhas, hein Adolfo? Beleza! O ANÔNIMO, de 10 de agosto, às 19:46 hs, é prova disso. É verdade que o Watergate do Lula seria viável se o Brasil tivesse uma oposição digna desse nome. Como diz o nosso amigo Jocka, o Brasil é uma selva.

Sucesso, véi!

Anônimo disse...

Governo jogou no lixo tradição de asilo político, diz líder do PSDB

Plantão | Publicada em 09/08/2007 às 12h25m
Isabel Braga - o Globo

BRASÍLIA - O líder do PSDB, Antonio Carlos Pannunzio (SP), subiu à tribuna nesta quinta-feira para cobrar explicações do Ministério da Justiça sobre a deportação dos pugilistas cubanos Guillermo Rigondeaux e Erislandy Lara, que fugiram da Vila dos Jogos Pan-Americanos, capturados pela Polícia Federal e enviados à ilha de Fidel Castro. Pannunzio desdenhou das informações da PF de que, em depoimento, os atletas praticamente imploraram para voltar a Cuba. Ele questionou o porquê da PF estar "acobertando o caso".

- É revoltante que a simpatia ideológica do governo petista com governos totalitários se preste a manchar a tradição da diplomacia brasileira. Nós temos aqui uma tradição de asilo político que foi agora jogada no lixo - criticou.

Assim como outros de seus colegas da oposição, o líder tucano lembrou da deportação da Olga Benário, mulher do líder comunista Luís Carlos Prestes, que foi mandada grávida pela ditatura de Getúlio Vargas para a Alemanha Nazista, onde acabou morrendo. Segundo Pannunzio, a deportação de Olga é o único episódio da história do país que se assemelha ao caso dos cubanos.

Totti_UCB disse...

É lamentável que nos dias de hoje, em um país que se diz democrático e com histórico de exilar estrangeiros e de acolher imigrantes, fazer algo tão brutal e mesquinho como fora feito com os cubanos, mesmo que os mesmos estivessem ilegalmente no país, em casos normais demorar-se-ia meses ate a sua extradição, o que no caso não ocorreu. creio que deve ter sido pela estreita ligação "sem dizer a aparência" de nosso excelentíssimo senhor presidente da republica "lula" com o ditador cubado "Fidel Castro" o que realmente não da para entender é como 2 cubanos são encontrados e deportados tão rapidamente enquanto um dos maiores traficantes de drogas do Rio de janeiro levou anos ate ser encontrado e preso, preso por soldados colombianos já que nossa policia federal não foi capaz de prende-lo em território nacional!

Google+ Followers

Ocorreu um erro neste gadget

Follow by Email