quinta-feira, 13 de setembro de 2007

As Duas Grandes Contribuições de Karl Marx para o Mundo

Karl Marx formulou teorias sobre história, sociologia e economia. Foi infeliz em todas elas. Contudo, mais de um século após sua morte, seus seguidores continuam alardeando sua genialidade. Por que mesmo tendo errado tanto Marx é idolatrado? Qualquer outra pessoa que dissesse tantos absurdos dificilmente seria levada a sério. Por que isso não acontece com Marx? Meu palpite é que boa parte dos marxistas simplesmente não entendem as implicações do marxismo. As idéias de Marx levam inevitavelmente a ditadura e a perda de liberdades individuais. Mas isso não é compreendido pela maioria dos marxistas. Além disso, cabe ressaltar que as idéias de Marx geram a justificativa moral necessária aos canalhas: a imposição de injustiças, imoralidades e todo tipo de crimes no presente passam a ser justificados pela criação de um bem estar fictício no futuro. Palavras de ordem do tipo “pelo bem do povo” ou “pela sobrevivência da revolução” passam a ser usadas para explicar todo tipo de arbitrariedades. Vamos agora explicitar as contribuições marxistas:
1) Visão histórica de Marx: acreditava no materialismo histórico. Isto é, as condições históricas DETERMINAM o futuro. Isso implica num futuro que pode ser perfeitamente previsto e que não pode ser evitado. O futuro não poderia ser alterado por indivíduos, uma vez que estes são produtos da realidade histórica em que vivem. Alguém minimamente versado em história não pode aceitar esse argumento: Jesus Cristo é o exemplo mais óbvio do absurdo dessa idéia (talvez por isso os marxistas odeiem tanto a religião). Tenho certeza que o leitor pode pensar em vários outros contra-exemplos.
2) Visão sociológica de Marx: acreditava na luta de classes. A sociedade seria dividida entre capitalistas e operários, e os ganhos dos capitalistas representariam perdas aos operários e vice-versa. Nesta sociedade analisada por Marx, capitalistas e operários eram NECESSARIAMENTE inimigos, uma vez que o ganho de uns implicava na perda de outros. Obviamente profissionais liberais e autônomos não foram analisados por Marx. A análise marxista não abre espaço para a existência de um indivíduo que é ao mesmo tempo capitalista e operário. Ela também não abre espaço para ganhos mútuos, ou seja, para situações onde tanto os capitalistas como os trabalhadores são beneficiados pelo aumento da produção (tanto no curto como no longo prazo). Marx também não leve em conta a existência do pequeno produtor rural (camponês) que é dono de suas terras. Em resumo, a idéia marxista da luta de classes simplesmente não leva em conta uma parte significativa da sociedade. Além disso, ela também é falha ao insistir que capitalistas e operários sejam inimigos. O bom senso sugere que se o operário aceitou trabalhar para o capitalista é porque ele está melhor do que numa situação onde não trabalhe. Se o capitalista aceitou contratar o operário então é porque ele também obteve ganhos com essa troca. Em palavras, tanto o capitalista quanto o operário estão em melhor situação quando realizam trocas. Ou seja, de maneira alguma o ganho do capitalista implica necessariamente numa perda ao operário.
3) Visão econômica de Marx: acreditava na mais-valia. Essa idéia tem duas implicações absurdas: 1) os capitalistas pagariam um salário miserável aos trabalhadores, daí a necessidade do estabelecimento do salário mínimo pelo Estado. Levando em consideração que mais de 90% dos trabalhadores brasileiros recebem mais do que o salário mínimo, parece que o que determina salário NÃO É a mais-valia, mas sim algo muito distinto: a produtividade do trabalho; e 2) a idéia da mais-valia implica que só a produção gera valor, a circulação de mercadorias não poderia gerar valor (vai ver é por isso que os marxistas odeiam os intermediários).
Para ser honesto com Marx, ele deixou duas grandes contribuições para o mundo: o nazismo e o comunismo. Só espero que os marxistas não nos obriguem a agradecer por isso.

15 comentários:

Orlando Tambosi disse...

Cuidado, Adolfo,

a turma da Unicamp e USP te botam no paredão.
Resumiste corretamente: boa parte dos marxistas nem sequer leu o barbudo dialético E, se leu, não entendeu bulhufas. Vivem procurando contradições na realidad,e os infelizes.

Nemerson Lavoura disse...

Brilhante como sempre, Adolfo. Textos como este deveriam ser obrigatórios nas escolas do Bananão. No entanto, o que se vê é um monte de "tios" marxistas-de-orelhada obrigando os infelizes dos alunos a ler cartilhas do tipo "A história da riqueza do homem", do stalinista Leo Huberman. Ô país de m....

Luiz Maia disse...

Compartilho da tua perplexidade diante do "despudor" dos marxistas atuais, Adolfo... mas não deixo de acreditar que um bom número de países civilizados aprenderam muito com o fracasso teórico e prático do socialismo. Por aqui, contudo...
ps: A rivalidade máxima entre trabalhor e capitalista ocorreu, de fato, num determinado momento da história, como vc bem sabe. Um dos grandes erros do cara, ao meu ver, foi achar que os excessos da época constituíam elementos definidores da natureza capitalista.

Rafael Dutra disse...

Concordo com absolutamente tudo escrito a respeito de Marx e dos marxistas.
Só não achei conveniente o exemplo de Jesus Cristo.
Tudo bem, vamos partir do pressuposto de que ele tenha realmente nascido, vivido e morrido, ou seja existido, como diz a Bíblia. Digamos que Jesus tenha propagado seus ideais e arrebanhado algumas dezenas de fiéis.
O Messias teria mudado, então, a vida e a história, portanto, de algumas pessoas e de, no máximo, uma região, a Palestina. O que fez o Cristianismo mudar a Europa e, consequentemente, o mundo ocidental foi a organização de seus seguidores e a criaçao da [b]Igreja Católica Apostólica Romana.[/b]
Abraham Lincoln, Adolf Hitler, Napoleão Bonaparte etc., esses por meio de uma decisão mudavam as vidas de muitos.

Aline Amaral disse...

Excelente!
A maioria das pessoas tem pensamentos Marxistas, porque não tem acesso a outras opiniões! Ficam engolindo o que a TV, Jornais acabam escolhendo.
Até algumas religiões incentivam as pessoas a continuar no fracasso, a aceitar o que se tem e odiar o capitalismo.
Sempre tive um pensamento liberal, e só agora tendo aulas com Adolfo, tenho o prazer e me sinto a vontade no meio de toda Economia.

Andreza disse...

Excelente texto! Parabéns!

Dannyell disse...

Caro amigo, sou partidário de que muitas das idéias de marx são necessariamente inúteis para uma análise do mundo atual. Porém, ao criticarmos um determinador autor, temos que nos valer de argumentos baseados em leituras profundas da obra do mesmo.

Permita-me que faça umas considerações sobre o seu post.

Vc disse que a formulação de teorias históricas, sociológicas e econômicas foram infelizes, se isso for verdade acabemos com toda a ciência social que tem BASE (falo isso com propriedade) em teorias similares.

Tantos absurdos??? Será mesmo?

Concordo que muitos marxistas naum entendem o seu "mestre", mas pior ainda são os que criticam e que não o entendem.

As idéias de marx levam inevitavelmente à ditadura ? Caro onde vc leu isso????

Se te disser que o melhor que o homem pode fazer eh ser feliz, te digo que existirao dois tipos de pessoas. 1- aquela que vai buscar por si a felicidade. 2- aquela que vai passar por cima de outrem para a conquista. Marx em nenhum momento escreve uma receita de bolo para se conseguir o que vc chama de bem estar ficticio.

"Isto é, as condições históricas DETERMINAM o futuro. Isso implica num futuro que pode ser perfeitamente previsto e que não pode ser evitado."
Amigo onde vc leu isso ???

Os neoclassicos pregam uma sociedade a-historica que o passado determina o futuro, (vide primeira versao da curva phillips)como se tudo fosse "DADO". Marx propoe exatamente o contrário.

"Nesta sociedade analisada por Marx, capitalistas e operários eram NECESSARIAMENTE inimigos, uma vez que o ganho de uns implicava na perda de outros"

Na verdade o que ele pregava eh que o ganho de um era proveniente da exploração de outros

"Obviamente profissionais liberais e autônomos não foram analisados por Marx."
Obviamente ? Marx trata esses profissionais (autonomos, camponeses, domesticos entre outros) como trabalhadores improdutivos (referente a exploração da mais valia) no final do livro 3 de o capital ele naum vai tratar como improdutivos, nem produtivos, porque pela sua definição naum ha relação de remuneraçao pelo trabalho.

FORAM ANALIZADOS SIM

Na verdade qd aumenta a produção o trabalhador ganha, e o empresario tb. Mas o nivel de exploração se mantem ou aumenta (vide mais valia relativa)

"Além disso, ela também é falha ao insistir que capitalistas e operários sejam inimigos."
eh a famosa luta de classes, e isso meu caro, eh so olhar pela janela da sua casa...

"O bom senso sugere que se o operário aceitou trabalhar para o capitalista é porque ele está melhor do que numa situação onde não trabalhe. (argumentação keynesiana, onde valor do salario eh igual a desutilidade marginal do trabalho)Se o capitalista aceitou contratar o operário então é porque ele também obteve ganhos com essa troca."
Marx responde no proprio livro:

"Pelo ato individual e isolado, não ha coação do trabalhador, pois o mesmo pode escolher para que deseja ser empregado, além disso a contratação é um processo de troca, trabalho por salario. No entanto, pela totalidade do processo, existe coação porque o trabalhador pode escolher o empregador MAS ESTA OBRIGADO a trabalhar para alguem e no final do proceso produtivo ele receberá como salário parte do que lele mesmo produziu" LIVRO 1 do O Capital

"os capitalistas pagariam um salário miserável aos trabalhadores"
onde vc leu isso ? O valor do trabalho esta determinado pelo valor do tempo necessario para a reprodução desse, que por sua vez esta determinado pelo valor dos bens necessarios para a manutenção do trabalhador e sua familia. QUE NAUM NECESSARIAMENTE É O SALaRIO MINIMO. Pois trabalhadores qualificados que ganham MUITO mais que um salario minimo recebem o valor de seu trabalho, e ainda sim produz mais valia (leitura meu caro )

"daí a necessidade do estabelecimento do salário mínimo pelo Estado"
onde vc leu isso ????

"parece que o que determina salário NÃO É a mais-valia"
Marx nunca disse isso!!!

"mas sim algo muito distinto: a produtividade do trabalho"
Isso eh uma resposta neoclassica, como um quase dono de uma microempresa naum vejo isso. Vc vê?

" a idéia da mais-valia implica que só a produção gera valor, a circulação de mercadorias não poderia gerar valor"

Valor eh um conceito que segue um paradgma, se Marx dissesse que circulação gerasse valor, ai sim ele estaria "doidasso"

"Para ser honesto com Marx, ele deixou duas grandes contribuições para o mundo: o nazismo e o comunismo."

NAZISMO???????
Vc ja estudou historia? Nazismo???
Corrente CONTRA o comunismo

Vc odeia o comunismo? vai entender....

PS: Repito, acho que Marx no que tange a teoria econômica eh muito falho, mas naum eh de todo descartado, e ao fazer uma critica seja aos neoclassicos, keynesianos, ou qlqr outra corrente. Cuidado para naum dizer besteiras.

Sei que provavelmente naum aprovará meu comentario, mas...

rosy disse...

Não sou muito ligada nessa área de história (pelo menos em muita coisa que estudei até o ensino médio)mas muitos assuntos eu me interesso pois apesar de não saber aquela história da escola,estou sempre lendo muito pois a história da humanidade é muito interessante muitas vezes para entender justamente essa canalhice em que estamos vivendo.Ao ler o seu texto, eu tive a impressão de que estava lendo algo sobre o nosso presidente, que acredito ser um marxista ou então ter idéias e ideais bem semelhantes....
rosy

Marcus Carvalho disse...

Dannyell:
Como você tem passado muito tempo lendo Marx, talvez você tenha perdido alguns acontecimentos recentes na história da humanidade. Certamente você nunca ouviu falar da União Soviética e suas três dezenas de milhões de mortos. Nem da china como seus 60 milhões. Ou mesmod extermínio de 20% da população do Camboja pelo Khmer Vermelho. Pesquise sobre um país chamado "Coréa do Norte". Já ouviu falar em Cuba? Talvez você conheça tudo isso, e para você 200 milhões de cadáveres ainda não é o suficiente. Se você tiver uma oportunidade entre uma outra leitura de Marx, leia o programa do partido Nacional Socialista (caramba! Eles eram socialistas?) e do partido comunista russo.

Anônimo disse...

Caro marcus carvalho:
saindo em defesa do comentario do Dannyell, que achei bastante equilibrado, se formos adentrar no merito belico, gostaria de lembrá-lo de Hiroshima, Nagasaki, Vietnã... Enfim, não diminua o debate...
MP

pedro alcântara disse...

Caro colega,queria dizer-lhe que respeito sua opinião,apesar de considerá-la disparatada.No entanto,percebe-se facilmente que o srº nunca leu a fundo a obra de marx de modo que se limita a repetir o que o senso comum propaga ignominiosamente.Marx tinha sim muitos defeitos,mas acima de tudo teve algo que nenhum pensador tivera até então:a vontade de mudar os paradigmas atuais meu amigo,não com formula preestabelecida como dizem em chusma,o metodo marxista é guia para a ação,marx sempre deixou muito claro que seria necessãrio adaptar as ações a cada época, nada existe de permanente.Não obstante, o que vc quer? negar que a religião constitui toda a lógica de um povo,todo seu copêndio enciclopédico,toda sua fonte de alento? e que portanto esta os aliena ? o que acontece na verdade é que gente como você e todo o seu séquito não tem coragem de admitir a realidade, vivem do céu para a terra,quando na verdade deveria ser o contrário,de modo que o produto de seus cérebros os dominam por inteiro e estão a tal ponto ligados À ideia sobrenatural que esta os tolhe do mundo concreto.Mas afinal,se o homem não produz as próprias condições, quem as produz?Deixo esta pergunta pra você e quejandos e lhes digo que estudem melhor a obra de karl marx antes de saírem difundindo parvoíces tais.

Anônimo disse...

Sugiro que vc leia o capital livros 1,2,3, antes de tentar abordar um assunto tão complexo deste modo tão inocente.
Aluno de Economia Unicamp

Anônimo disse...

Ta uma merda, pq eu to na escola, e isso é mto grande pra eu copia, vão tudo pas merda!!!!!!!!!!!!!!111111onze111!!

Anônimo disse...

Eu nunca li tanta bobagem junta em um texto só. Se nunca leste Marx, por favor, não escreva sobre o que ele diz. Não sou marxista, mas Marx deu sim, contribuições fundamentais para o estudo da economia, e pelo visto tu não entendeste nem metade. Um pouco de estudo de interpretação de texto faz bem... no minímo leia os últimos comentários desse post para ver parte dos erros deste texto. Sério, eu teria vergonha desde seu post e apagava. Nem estudante de economia escreve tanta besteira, agora Doutor? Doutor? Mais um favor, só nos diga qual foi a porcaria de Universidade que tu frequentaste.

Ricardo Torres disse...

O pobre coitado do Adolfo não leu nada do próprio punho de Marx.
E se leu, ou não entendeu nada, ou age de má fé (alimentado pelo ódio, pelo preconceito).

Google+ Followers

Share It

Follow by Email