domingo, 7 de outubro de 2007

Paulistanambas ou os Selvagens de São Paulo

Selvagens dominam nossa nação, disso não há dúvidas. Mas a amostra que São Paulo esta nos propiciando neste domingo beira as raias do absurdo.

Estou assistindo São Paulo x Corinthias. Antes do jogo uma das torcidas "brindou" um garotinho com uma chuva de pedradas. O garoto e seu pai caminhavam calmamente, não provocavam ninguém, mas isso não impediu que os Paulistanambas os agredissem covardemente. Covardia aliás é uma das poucas regras respeitada por essa tribo. Não interessa se os paulistanambas tentaram intencionalmente, ou não, acertar o garoto. Uma tribo que apedraja uma multidão sabe muito bem o que quer, e deve ser responsabilizada por isso.

Pensam que acabou? Nada disso, os Paulistanambas são conhecidos por sua crueldade. No momento, um jogador corinthiano esta saindo de campo DESMAIADO na maca. O que faz a tribo dos Paulistanambas? Grita seu nome? Não. Fica em respeitoso silêncio? Não. Essa cruel tribo passa a gritar OFENSAS ao jogador que entra em campo para substituir o que saiu desmaiado de maca. Ou seja, a tribo não mostra o menor respeito, ou preocupação, pelo fato de um homem sair desmaiado de campo. À tribo não incomoda o fato de que agora uma família esta em agonia. À tribo não importa que um homem acaba de sair desmaiado de campo. Tudo o que importa é xingar o adversário.

Os Paulistanambas habitam a região mais rica e intelectualmente desenvolvida do nosso território. Aparentemente o contato com a civilização não teve efeitos benéficos em sua cultura. Ou acabamos com os Paulistanambas (e assemelhados) ou eles acabarão conosco. Lugar de selvagem é na reserva, civilização é lugar para pessoas civilizadas.

4 comentários:

Cláudio disse...

Veja o filme Idiocracy.

Era para ser uma comédia sobre o futuro, mas para nós parece mais um documentário. :-)

ImóveisRN disse...

Já assinei o RSS.
Muito bom, gostei do blog! Parabéns

luma disse...

Triste, muito triste. Uma parcela da sociedade involue e não há desculpas para isso. Beijus

C.Chad disse...

Caro professor,

Por efeito de coincidência estive no Morumbiba para ver esse jogo fim de semana passado.

De fato a violência e a barbárie me impressionaram durante o jogo. Porém este tipo de comportamento não é exclusividade dessa ou daquela torcida.

Deste ou daquele estado. Deste ou daquele país.

O mundo atual voltou ao estado de barbárie, o mesmo que existia antes da Idade Média.

Assim como na Idade Média, o mundo precisa ser reeducado pela Igreja!

Abraços

Google+ Followers

Ocorreu um erro neste gadget

Follow by Email