sexta-feira, 9 de novembro de 2007

Sob o Domínio do Mal

Nessa semana, enquanto o MST continuava invadindo e destruindo propriedades privadas, o presidente da república recebia líderes do MST em Brasília. O MST é um movimento que até o momento já cometeu, no mínimo, os seguintes crimes: assassinato, sequestro, destruição de propriedade e roubo. Um presidente da república que ao invés de repudiar e combater tal movimento prefere usar o boné do mesmo é caso para impeachment.

Tão estranhas quanto a relação com o MST são as relações do Partido dos Trabalhadores (PT) com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC). Segundo o partido do presindente da república, as FARC são um movimento revolucionário. O PT não condena a atividade das FARC, pelo contrário possui uma aliança estratégica firmada com elas (e que são de conhecimento público). Vamos aos fatos: 1) a FARC acha lícito SEQUESTRAR e ASSASSINAR pessoas; 2) a FARC financia suas atividades de GUERRILHA com a produção de drogas; 3) a FARC propõe a DERRUBADA de um governo democrático e a implantação de seu regime de governo pela força; e 4) apesar da Colômbia ser um país democrático, a FARC prefere não disputar eleições, quer implementar seu projeto de governo por meio de GOLPE de Estado. Em resumo, o partido do presidente da república apóia um movimento que já cometeu, no mínimo, os seguintes crimes: assassinato, sequestro, tráfico de drogas, e tentativa de golpe de Estado.

As atividades nocivas da FARC não se restringem à Colômbia. Também é de conhecimento público que as FARC são responsáveis pela venda de drogas no Brasil. Ou seja, esse movimento ilegal é responsável pelo fornecimento de drogas à traficantes brasileiros. Também é de conhecimento público que as FARC cruzam a fronteira brasileira sem autorização.... maneira educada de dizer que a FARC INVADE o território nacional e, portanto, afronta diretamente a soberania de nosso país. No mundo civilizado a FARC é conhecida como um movimento TERRORISTA, pelo simples fato de adotar práticas terroristas. O partido do presidente da república prefere chamar a FARC de movimento revolucionário e manter boas relações com um movimento que acha lícito sequestrar e assassinar pessoas (estou falando da FARC, não do MST).

O MÍNIMO que se exige de um presidente da república é que ele CONDENE movimentos que atentem contra a vida de seus cidadãos. A ligação estreita, e de apoio, do partido do presidente da república com movimentos que não respeitam a vida humana é um forte indício de que hoje vivemos sob o domínio do mal.

4 comentários:

Badger disse...

Gol de placa mais uma vez Adolfo. Ao apoiar o governo LULLA e os PETRALHAS o povo brasileiro está agindo com a mesma falta de caráter, dignidade e honestidade e com o mesmo espírito cego, covarde e assassino do povo alemão enquanto apoiava HITLER e os NACIONAL-SOCIALISTAS (NAZISTAS). E quem discordar, que vá tomate cru: a verdade dói mesmo.

Anônimo disse...

FORA LULLA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

indignado disse...

FHC por acaso era diferente? Ele também recebia o MST. Nem por isso a direita reacionária ficava pedindo a cabeça dele.

Anônimo disse...

A realidade é uma só, a raça humana é patética ! Independentemente de quem é ou será nosso presidente ! Precisamos matar uns presidentes para ver se o proximo fica esperto ! Não sou a favor da FARC, mas o humano só aprende com a dor ! E pelo que sei Politico nenhum presta, eles recebem muito bem, não precisam ir trabalhar todo dia ! Que pressa em resolver problemas eles terão ? a vida deles vai muito bem ! Obrigado, a vocês, brasileiros otários !

Google+ Followers

Ocorreu um erro neste gadget

Follow by Email