sábado, 28 de março de 2009

Discurso de Abertura do IV Encontro de Pensadores Liberais: De Onde Vem o Dinheiro do Governo?

Casa para pessoas que nao podem pagar por elas. Socorro cambial e de liquidez para bancos em dificuldades. Taxas de juros e credito subsidiado para empresas que nao conseguem pagar suas contas. O Estado brasileiro esta aparentemente em todos os lugares ajudando a todos: nao tem dinheiro? Nao tem problema, o Estado brasileiro ajuda voce.

Mas de onde vem o dinheiro para o Estado nos ajudar? A resposta eh simples: vem de nos mesmos. Mas se nos mesmos estamos dando dinheiro para nos mesmos, entao qual a vantagem que estamos levando? Se voce esta se fazendo essa pergunta, entao eh porque voce pertence ao grupo dos que pagam mas nao recebem. Paga por saude, mas eh obrigado a ter um plano privado de saude. Paga por educacao, mas eh obrigado a manter seus filhos em escolas privadas. Paga por seguranca, mas eh obrigado a manter o caixa dos flanelinhas cheio.

So existe uma maneira do Estado ajudar bancos, empresas e familias pobres: deixando de fornecer os servicos para os quais tinha responsabilidade direta: educacao, saude e seguranca. Eh ilusoria a ideia de que o governo tem atuado para minimizar a distribuicao de renda. O que o governo tem feito foi transferir recursos da classe media para as classes baixa e alta. Isso certamente afeta a distribuicao de renda, mas nao de maneira indolor para a classe media.

Ao inves de ajudar bancos e grandes empresas, o Estado deveria estar estimulando a competicao. A competicao eh a unica maneira efetiva de garantir o aumento consistente e duradouro do bem estar da sociedade. Mais competicao significa mais oportunidades para as familias de baixa renda; significa mais opcoes para a classe media; significa que a classe alta tera que trabalhar duro, e nao viver de rendas, para manter sua vantagem relativa. Mais competicao e menos Estado eh a maneira mais efetiva de ajudar as familias pobres nao so do ponto de vista economico, mas tambem do ponto de vista moral.

3 comentários:

Anônimo disse...

Po, Adolfo.

Gosto do seu blog. Mas você comete erros de português grotescos.

Gerundismo:
"o Estado deveria estar estimulando a competicao"

Comece a acentuar os seus textos. Faz parte da linguagem então use-a. Você escreve alguma equação utilizando "d" ao invés de "derronde" quando quer falar de uma derivada de uma função de várias variáveis? Então adeque-se.

Abrs.

Blog do Adolfo disse...

Caro Anonimo,

Algumas vezes sou obrigado a usar um teclado configurado para o ingles. Ou seja, o problema de acentuacao nao eh preguica. Apenas nao tenho o recurso para acentuar as palavras.

Adolfo

Blog do Adolfo disse...

Quanto ao gerundismo, eu devo ressaltar que trabalho no blog entre as 23:00 e 1:00 da manha. Acordo antes das 7:00 horas e trabalho o dia inteiro. Assim, nao eh tao facil manter o texto isento de erros (ainda mais porque meu computador nao tem o corretor ortografico).

Mas, caso voce se interesse, terei prazer em enviar meus textos para voce corrigi-los. Eu os escrevo ate meia-noite, mando pra ti e voce os revisa ate 1 da manha e os envia de volta. Concorda?

Grande abraco,
Adolfo

Google+ Followers

Ocorreu um erro neste gadget

Follow by Email