quarta-feira, 3 de junho de 2009

Entrevista com o Professor Emilson Silva

O Professor Emilson Silva é um dos economistas brasileiros com maior sucesso nos Estados Unidos. Ele é Professor na Georgia Tech. Suas publicações são referência em várias áreas, e seus artigos são publicados em revistas de prestígio tais como o Journal of Political Economy e o Economic Journal.

1) A reacao do governo Obama para conter a crise economica eh adequada? Por que?

R)Creio que a reacao do governo Obama foi apropriada. Buscou reanimar o setor financeiro com medidas que evitaram um “estrangulamento” maior do credito. Entre as varias medidas acetadas, creio que a operacao que levou a compra dos “toxic assets” dos bancos foi a melhor. Logo depois disso senti pessoalmente que a situacao havia melhorado, pois comecei a receber ofertas de credito parecidas com aquelas que recebia antes da crise e que haviam desaparecido por uns seis meses. Consumidores e investidores ja parecem estar mais otimistas quanto ao futuro da economia e parecem ja fazer coro com o Bernanke, que no inicio do ano afirmou que a economia americana sairia da crise ja no fim deste ano.

2) Voce concorda com a indicacao de Timothy Geither para o Tesouro? E a atuacao de Ben Bernanke, esta correta?

R) De inicio, nao achava correta a indicacao do Timothy para o Tesouro por causa do problema que ele tinha com o IRS. Mas, ele provou com o tempo que e a pessoa correta para a posicao. Ele e muito capacitado e entende bem o mercado financeiro. Creio que ele e respeitado por todos em Wall Street. Quanto ao Bernanke, acho que ele esta fazendo um papel impecavel. Creio que ele estava correto quando disse que a economia americana iria se recuperar ja no fim deste ano. Acho que ele ira ser reconhecido como um dos melhores administradores do FED, pois tomou medidas apropriadas no inicio e durante a pior crise da economia americana desde a Grande Depressao.

3) Existe muita discussao acerca do aquecimento global. Voce acredita que o Protocolo de Kyoto eh uma resposta adequada? Na sua opiniao, os Estados Unidos deveriam assinar o Protocolo de Kyoto?

R) Primeiramente, acho que o problema de aquecimento global e um dos maiores problemas que enfrentamos e que enfrentaremos nas proximas decadas. Pesquisas recentes demonstram que fenonemos climaticos localizados, como furacoes, ciclones, seca e chuvas intensas sao correlacionados com o aquecimento global. O Protocolo de Quito deve ser considerado um marco. Ele propoe a criacao de um mercado global de emissoes de gas carbonico, transferencias de recursos monetarios e de tecnologia de paises ricos a outros paises e a inclusao de paises emergentes e pobres atraves do mecanismo de desenvolvimento limpo. Esta combinacao de mecanismos parece ser ideal, pois pode criar os incentivos ideais para a “internalizacao” dos efeitos negativos das emissoes de gases de efeito estufa assim como compensar paises emergentes e pobres por suas participacoes no protocolo.

Ha, porem, muita dificuldade politica de se promover um protocolo que seja efetivo. Varios paises tem incentivos a ficarem de fora do protocolo, pois assim poderiam continuar poluindo como antes, ou ate aumentar suas poluicoes, como resposta as reducoes de poluicao de paises participantes – ou seja, adotarem a estrategia de caronistas. Por exemplo, tanto os EUA quanto a China teriam muito a ganhar, no curto prazo, se ficarem fora de um protocolo pos-Quioto e se as reducoes dos participantes do protocolo forem substanciais. Estas economias poderao manter vantagens comparativas em varios setores economicos por adotarem tecnologias tradicionais em vez de adotarem tecnologias limpas, pois estas ultimas sao muito custosas. Porem, estes paises irao “perder o trem” se ficarem de fora de um protocolo pos-Quioto, pois o retardamento da mudanca tecnologica ira lhes custar muito mais no medio e longo prazos. Caso o problema climatico se torne mais severo nas proximas decadas, a tecnologia limpa ira ser a mais eficiente. A escolha adequada de tecnologia nos proximos anos podera ser o fator decisivo no ranking de crescimento economico a partir de 2020.

4) O que voce acha das politicas de acao afirmativa, especificamente o estimulo a contratacao de negros e mulheres, levadas a cabo por varias Universidades Americanas?

R) Acho que o merito deve ser o fator principal em contratacoes no mercado do trabalho. Mantendo-se todos os outros fatores constantes, uma universidade assim como uma firma deve sempre contratar a pessoa mais qualificada para a posicao desejada. O problema, porem, e que os outros fatores nao sao constantes. Ainda encontramos tratamento diferenciados no mercado de trabalho por conta do sexo ou da raca do aplicante. Acho que na medida que os valores se modificam na sociedade como um todo, com um reconhecimento universal de que a pessoa mais qualificada deve ser contratada, as medidas que existem para proteger as minorias devem ser relaxadas. No caso ideal de nao discriminacao, nao deve haver nenhum tipo de politica de acao afirmativa. No caso nao ideal atual, deve se buscar um balanco entre eficiencia e equidade de oportunidades.

5) Como fazer para publicar nos melhores journals internacionais de economia?
R) Primeiramente, para alguem que nao faz parte de algum clube ou network de reputacao na profissao, e necessario: (i) ter uma boa ideia; e (ii) saber vender esta ideia, dentro dos padroes (modelos) reconhecidos pela profissao. Expor sua ideia em conferencias internacionais de grande reputacao e estabelecer contatos com lideres da area que voce atua tambem sao fatores que ajudam bastante. Porem, todos estes fatores podem ser insuficientes, pois os clubes de reputacao existem e prosperam porque eles mantem espaco prioritario nas melhores revistas. Dadas as dificuldades que encontramos em emplacar uma boa ideia nas melhores revistas, pode ser que se contarmos com a ajuda de um pai de santo da Bahia seja a melhor estrategia de ser bem sucedido!

4 comentários:

Anônimo disse...

Engraçado, eu pensei que a coerência fosse algo desfrutado ubiquamente pelos chamados economistas de sucesso,mas agora fico em dúvida entre a coerência e o sucesso. Considerando o argumento do Emilson para o protocolo de Kyoto e o enxertando na questão da crise americana, temos a prova de que o sucesso é uma meta defendida pelo goleiro que joga na seleção.
Um abraço
Marco B

lelê disse...

Caro Adolfo,

Esse Economista está recebendo alguma ajuda do governo americano? pois defende a ajuda do Governo aos Banco e Financeiras e ainda defende Timothye e Ben Bernanke! Defende a não inclusao dos EUA no protocolo de Kioto, se for usar tecnologias caras...Achei as ideias dele contraditorias a desse blog, estou correta? Percebe-se que os Keynesianos estão ganhando muita força, acreditar que a economia Americana se recupere antes do fim do ano é bem otimista.
Alessandra Santos

Anônimo disse...

Depois desta entrevista e de muitas outras experiências, cheguei à conclusão que nas ciências ditas sociais, Economia entre elas, o sucesso profissional nada tem a ver com conhecimento. Aliás, como bem deixou claro o entrevistado.

Anônimo disse...

lendo os comentários dos economistas acima, entendo porque tão poucos economistas brasileiros fazem sucesso no Exterior... só pode ser inveja...

Google+ Followers

Ocorreu um erro neste gadget

Follow by Email