sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Dinheiro, Casamento e Felicidade

Dinheiro traz felicidade? Pergunta difícil de responder, mas tudo indica que independentemente de trazer felicidade, dinheiro certamente parece NÃO trazer casamento.

Estou conduzindo uma pesquisa sobre o impacto de grandes choques positivos de renda sobre a probabilidade de continuação de um casamento. Resultados preliminares parecem sugerir que existe relação entre grandes incrementos repentinos de renda e fim de um casamento.

Enquanto a pesquisa não fica pronta, segue um vídeo/documentário que vale a pena ver. E ai, voce concorda com a motivação básica do vídeo?
video

12 comentários:

Anônimo disse...

Como diz um sábio amigo meu: "Mulher é um bicho tão fácil que até pobre tem"

lelê disse...

kkkkkkkkkkkkk! vídeo engraçadinho rsss...mas então, eu não concordo com a motivação, primeiro porque TPM existe com ou sem dinheiro. No meu caso um simples chocolate já resolve o problema rss!com relação ao incremento de renda ter impacto positivo ou negativo no casamento; acho que isso depende de principios, educação, Deus, do parceiro (a), performece sexual, da sogra... é o que eu penso. De toda forma quero ver o resultado dos estudos.
Alessandra Santos

José Coelho disse...

Adolfo,

Há uma intuição interessante que parece justificar o argumento desenvolvido no post. Se encararmos o casamento como um acordo de cooperação entre duas firmas, com os cônjuges formando firmas individuais que buscam fortalecer-se para obter lucros de monopólio, é possível pensar que em épocas de vacas magras há maior incentivo à cooperação do que em épocas de vacas gordas.

Um abraço.

Anônimo disse...

Que vídeo machista, professor!

Amor sozinho não sustenta casamento. Disso eu sei.
...
(a questão da mulher sempre aparecer como usurpadora de $ em casamentos por interesse é que há poucos anos temos independência financeira. Hoje os dois se casam por interesse. A diferença de números se dá porque nem todo homem suporta uma mulher com posição social/financeira melhor que a dele)

Se a separação acontece depois que alguém ganha um prêmio, por exemplo, os motivos da separação são diferentes. A mulher se separa porque, muitas vezes está presa a um casamento em que ela e seus filhos são sustentados pelo marido. E o prêmio acaba sendo a sua salvação . Já o homem se separa porque não quer dividir o dinheiro e prefere gastá-lo com ele mesmo, ou seja, com uma mulher anos mais jovem, porque dessa maneira ele se sentirá mais viril.

Como falei no início; amor sozinho não basta, acredito que a dependência financeira é que seja a base de sustentação de um casamento. Amor passa.... Agora as contas... só tendem a aumentar.

O que traz felicidade, para mim, é a realização. Sentir-se realizado, seja lá no que for (no que você der prioridade), te fará feliz.

cristosom disse...

Os falsos moralistas tendem a dizer que isso não é verdade. Mas amor não é e nunca foi suficiente quando não existem "verbas" suficientes para as "manutenções do casamento". Esse vídeo simplesmente retrata a mais pura verdade, no entanto não bem aceita por uns.

Lucas Cardoso

Anônimo disse...

Segundo Falcão, aquele compositor brega cearense, dinheiro não é tudo, mas é cem por cento. E, parece, ele tem razão. Alguém já viu algum sujeito riquíssimo chorando? Pobre chorando, eu já vi aos montes.

C disse...

Honestamente, se vc tivesse dinheiro para fazer o que quisesse e ficar com a mulher que lhe desse na telha, permaneceria casado?

Anônimo disse...

É obvio professor!!! Pois não te disseram que com a crise econômica mundial tem muita mulher casando por amor.

Kkkkkkk!!!!

Marcos

José Luis disse...

Adolfo,

Quando essa pesuisa estiver pronta me passe. Minha experiencia pessoal mostra que, infelizmente, sua hipótese é correta.

Abs,

JLO

Ginno disse...

Quem gosta de homem é viado, mulher gosta é de dinheiro.

Lully disse...

Acho que um casamento envolve muitas outras coisas, amor,confiança,respeito, admiração, etc.Então honestamente se eu tivesse dinheiro pra fazer o q quisesse e pra ficar com quem quisesse...eu permaneceria casada e faria junto com meu companheiro o q quisessemos com o dinheiro!

Que ninguém vive só de amor é fato!
Mas mesmo em situação econômica delicada, acredito que qnd há empenho mútuo pra melhorar,a relação dá certo.O q não dá é uma pessoa ralar o dia inteiro enquanto a outra passa o dia no sofá!

Na minha opinião o homem tem mais facilidade de abandonar o casamento quando ganha uma bolada do que a mulher!

fabricio disse...

Olha, moro no Reino Unido e concluo que aqui CASAMENTO traz dinheiro. Pois a quantidade de casamentos com "cidadãos" europeus é algo absurdo. Mais absurdo são o que vivem por aqui por terem este direito, não quererem respeitar a lei. Ou seja, quando beneficia, quero a lei. Quando tenho que cumpri-la, que se...ah, deixa pra lá!

Google+ Followers

Ocorreu um erro neste gadget

Follow by Email