quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Uma Homenagem a Paul Newman

Setembro completa 1 ano da morte de um dos maiores atores de todos os tempos: Paul Newman.

Paul Newman não era apenas um grande ator, era um homem que apoiava o mérito individual. Ele já era famoso quando contracenou com um jovem talentoso, Robert Redford, em Butch Cassidy and Sundance Kid. Nesse filme ocorreu um fato interessante: o agente de Paul Newman estava preocupado com os excessivos closes em Robert Redford e avisou ao diretor que a estrela era Newman, era Newman que deveria receber os closes. Nesse momento Newman intercedeu e disse que caberia ao diretor escolher o que seria melhor para o filme, e que ele confiava no talento dele. Se o diretor quissesse dar closes em Redford que assim o fizesse.

Esse era Paul Newman, grande ator e homem que respeitava o mérito individual.

Para finalizar, uma de suas grandes frases:

“I'm a supporter of gay rights. And not a closet supporter either. From the time I was a kid, I have never been able to understand attacks upon the gay community. There are so many qualities that make up a human being... by the time I get through with all the things that I really admire about people, what they do with their private parts is probably so low on the list that it is irrelevant.”

ou numa tradução livre:

"Eu defendo o direito dos gays. Não de maneira escondida. Desde que era criança, eu nunca fui capaz de entender os ataques contra a comunidade gay. Existem tantas qualidades presentes no ser humano... que quando vejo todas as coisas que eu realmente admiro nas pessoas, o que eles fazem com suas partes íntimas esta provavelmente la embaixo na lista das coisas irrelevantes".

2 comentários:

Anônimo disse...

nossa Adolfo,
essa fala do Newman... [e vc publicá-la aqui ficou, para mim, como uma resposta para uns comentários que surgiram em um sessão 'foda-se de cinema' q vc 'indicou' e, mais ainda, p a sessão. kkkk... ñ sei se vc acompanhou os coments. no outro blog]
Eu concordo com a frase. não é uma questão de todas as outras qualidades superar a escolha sexual do outro, pq se falasse dessa forma pareceria q acho um defeito ñ ser hetero, mas tantas coisas que devíamos prestar mais atenção do que ficarmos preocupados, como Paul disse, c o q as pessoas fazem c as suas partes íntimas.

*sem querer ser piegas, mas uma coisa que admiro em alguém é a disposição que ela tem para amar. E os gays se saem 1000 vezes melhor q os heteros. A disposição/ o querer q eles têm p ficar c o parceiro me dá até um pouco de inveja.

=0) )

Austríaco disse...

Olha, inveja dos gays eu não tenho não. haha

Mas acredito que qualquer tipo de discriminação não tem sentido.

Paul Newman era o cara.

Google+ Followers

Ocorreu um erro neste gadget

Follow by Email