quarta-feira, 1 de setembro de 2010

As Eleições de Fevereiro de 1933

Em 31 de janeiro de 1933 Hitler assumiu como Chanceler da República alemã. Rapidamente aproveitou a chance para convocar novas eleições parlamentares para 25 de fevereiro. Hitler tencionava com essa manobra usar todo o aparato estatal para fazer propaganda em favor do Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães (ou simplesmente partido nazista) e obter maioria parlamentar. Goebbels, seu assessor para propaganda, vibrou com a notícia e escreveu em seu diário “agora será fácil”.

Os nazistas mobilizaram toda a estrutura do governo, associada com toda a estrutura das SA (tropas de assalto do partido), para ao mesmo tempo convencer e aterrorizar os alemães sobre os nazistas. Uma semana antes das eleições os nazistas botaram fogo no Parlamento e culparam os comunistas. Por esse episódio você nota como foi o nível da campanha. Mesmo com tudo isso, os nazistas alcançaram apenas 44% dos votos. Isto é, insuficiente para formar uma maioria parlamentar, o que obrigou os nazistas a fazerem coligações, e ao menos deu mais tempo a Alemanha (pouco tempo é verdade). Mas o ponto importante é que mesmo em março de 1933, com Hitler já Chanceler, ainda era possível deter os nazistas.

Brasil, 01 de setembro de 2010. Será o nível da campanha petista tão diferente da dos nazistas? Não estão eles usando o poder do Estado? Não estão eles usando suas próprias SA (tais como o MST) para nos intimidar? O que quero dizer é simples: ainda temos uma chance de deter esses vândalos. Ainda é possível deter o mal. Ainda temos chance de destruir o embrião dessa ditadura que está se formando em nosso país.

Apenas a título de curiosidade histórica: os nazistas destruíram todos os partidos da Alemanha, tanto os que se oposuram a eles como os que os apoiaram. Perseguiram tanto os indivíduos que de início os apoiaram como os que se lhe oposuram. Ninguém foi poupado.

15 comentários:

Anônimo disse...

Q isso, professor?

Tá apelando é?

Pare de escrever sobre política, por favor!!! Esse é o típico texto de um eleitor FANÁTICO e com uma leitura VIESADA sobre a situação política no Brasil. Voce este prestando um (des) serviço ao debate político.

Quando vc escreve sobre os problemas economicos, contribui com louvor ao país, por outro lado...

Blog do Adolfo disse...

Caro Anônimo,

Enquanto você me qualifica como fanático eu te qualifico como ingênuo e incapaz de uma análise mais profunda.

Acredito que sua opinião sobre meu post decorre basicamente de sua falta de estudo sobre a formação de ditaduras partidárias. Contudo, sinceramente, espero estar eu errado e você certo.

Abraco,
Adolfo

Geraldo disse...

É isso que os petralhas estão fazendo, cerceando as liberdades, usando o aparato Estatal para derrubar adversários.
E ainda tem o son of a bitch do sapo-barbudo, que destroí a história.

O foda é esse povinho de merda, como diz o Selva Brasilis....

No Brasil não se pode nem ler jornal, senão a revolta é tanta que o cara pira.

Espero nascer num lugar decente na outra vida...rs


Obs.: Anônimo, você é um imbecil.

D. disse...

Nunca antes na história desse país a máquina pública está sendo tão usada para fins políticos. Ou esse senhor anônimo acha que o esquema da receita era de corrupção comum? Não, amigão, era uso da receita federal pra achar coisas contra a oposição. É a prova da falência das instituições do Brasil.

O Lula vai deixar o governo e vai dar de presente um estádio para o Corinthians! Isso mesmo, você que acha que está pagando imposto só para o champagne do zé dirceu, campanha da dilma, vinhos do Gushiken, pra aposentadoria do Lula, pras empresas do Lulinha e cia, agora está beneficiando e contribuindo com o desenvolvimento de outro segmento da sociedade: O sport clube corinthians.

Se a Dilma ganhar, é bom ir se despedindo do Blog, hein Adolfo, porque não dou 1 ano pra essa turminha começar a controlar a mídia, inclusive a internet.
Quem sabe do que houve entre o Marcelo Madureira e o Franklin Martins sabe o tipo de gentinha que fará parte do governo da Dilma.

Anônimo disse...

Perfekten text, herzlichen glückwunsch Adolfo!

André F. Nunes de Nunes

Luciana disse...

O problema Adolfo é que as pessoas não conseguem(ou não querem) enxergar a realidade,e quando tentamos alertá-las sobre o que estar por vir,somos considerados fanáticos,exagerados,loucos...
Francamente!
Anônimo?Típico de comunista.
Se vai defender,ou ser contrário a uma idéia,dê sua cara a tapa.

Luciana disse...

Lendo novamente "O Caminho da Servidão",me chamou atenção uma citação de Alexis De Tocqueville sobre um "novo tipo de servidão",onde ele deixa claro como somos enganados pelo Estado,com uma falsa sensação de liberdade.
GOSTEI MUITO DO POST!
Bjus

Anônimo disse...

"Se vai defender,ou ser contrário a uma idéia,dê sua cara a tapa."

Luciana,

Vejo que se ofendeu com minhas palavras sobre o texto do professor. Porém o que me levou a escrever isso é que o candidato SERRA, é visto por vcs como a PANACÉIA do Brasil!!!

Ora se o candidato SERRA, é essa maravilha toda que vcs pregam, por que ele não resolveu os problemas BÁSICOS de São Paulo???

Quando vcs me derem uma resposta CONVICENTE para isso, mudo meu voto!

Grande Abraço!

Demetrio Carneiro disse...

Boa Adolfo.

Gilberto disse...

É Adolfo,
A coisa esta difícil e o horizonte bastante cinzento...

Muito bom o post!
Abs,

D. disse...

Ao Anônimo.

Eu não sou militante do Serra nem nada. Não acho que o careca é solução pro Brasil. Tenho CERTEZA que ele é melhor que a Dilma. Bem, hamster espertinho é melhor que a Dilma.

A grande vantagem do Serra é que o risco dele tornar esse paisinho chamado Brasil em uma republiqueta do Zé Dirceu e amigos tende a zero. Pra Dilma cercear a imprensa, acabar com uma série de liberdade individuais não custa nada.

Sobre a qualidade de gestãodo Serra. Pegue um exemplo muito simples:
A 15 anos, os estados do Rio e de SP eram bem mais próximos que hoje. Em 15 anos de admistrações médias para boas em SP e de Brizolas, Garotinhos e cia no Rio, veja a diferença. Quem já viajou no interior dos dois estados vê isso muito bem. O Rio é uma desorganização só, o interior de SP tem o PIB maior que da Suiça.

E o Serra fez coisas importantes em SP. Ele só não é showman que é o Lula. Este sim, não faz nada demais, só não estragou muito e todo mundo acha o máximo. É o Rodrigues Alves dos dias atuais.

gilberto disse...

Caro anônimo "2 de setembro de 2010 13:31",

Sabemos que o Serra não é uma PANACÉIA para o Brasil, quem interpretou isso foi você.
A questão é o perigo que oferece a outra opção (candidata que lidera e a "turma" dela)!

"Ora se o candidato SERRA, é essa maravilha toda que vcs pregam, por que ele não resolveu os problemas BÁSICOS de São Paulo???"
Ta, e boa é a política de financiamento do BNDES, né...

Abs,

Luciana disse...

Anônimo,
Em nenhum momento citei o candidato Serra,mas lógico que entre ele e a candidata Dilma, do Partido ditador comunista intitulado "Partido dos Trabalhadores",eu fico com ele.
Ele não é bom, mas os outros candidatos são piores.

O que me ofende é a sua(não somente sua) ignorância diante do que está acontecendo em nosso país.
Nossa liberdade está sendo tolhida a cada dia.
Não precisa estudar pra saber disso,está aí pra quem quiser ver.

Sérgio Ricardo disse...

Professor,

Concordo em parte com o seu texto.
Não acredito também na santidade de José Serra. Escrevi em meu blog o que acho deste assunto. Acredito que PSDB e PT hoje se equivalem e muito, principalmente pelo projeto de poder que os dois apresentam. Ambos comportam como aliados pessoas inescrupulosas que tendem a fazer o que você identificou. O cerne do texto também serve para o PSDB.

Forte Abraço!
Sérgio Ricardo

Ângelo disse...

Olá,
Dei uma olhada neste post, não creio que esteja havendo importantes similaridades entre a campanha política daquele monstro germânico com a atual, em terra tupiniquim.
Os objetivos dos partidos e as circunstâncias nos dois países são totalmente diversas.
Deixo claro que não sou fã do Lula, da sua trupe, mas, entendo seu desvanecimento e presunção; antes dele, ninguém foi tão longe, como nunc'antes na história deste país. Economicamente, não fez uma grande besteira, e milhões de brasileiros tiveram aumento na renda.
Para presidente, escolha por escolha, preferiria o Serra como presidente, pela experiência administrativa governamental.
Voltando ao artigo, sobre os partidos e suas artimanhas, creio nesta frase:
"Todo partido político busca alternância de poder, entre seus afiliados, é claro."
Finalizando, consto que louvável é, ao menos, a preocupação e a manifestação desta, no blog, sobre a liberdade do povo brasileiro.
Um abraço.

Google+ Followers

Ocorreu um erro neste gadget

Follow by Email