quarta-feira, 30 de março de 2011

Batalha do Rio de Janeiro

Logo no começo do filme "Batalha de Los Angeles", informa-se que outras cidades ao redor do mundo também estão sendo invadidas. Entre elas está o Rio de Janeiro. Vamos agora fazer uma reconstrução fictícia dessa batalha.

05 da manhã: aliens começam a surgir na praia

07 da manhã: finalmente alguém nota a invasão (previamente confundida com algum bloco carnavalesco)

07:30: surge a primeira confusão burocrática. A invasão é problema da prefeitura, do estado ou do governo federal?

08:00: o governo do Rio manda o representante da ONG Viva Rio negociar com os aliens. Estes são informados dos planos de ataque, e recebem uma rota de fuga segura. Ao mesmo tempo o governo do Rio informa que instalará UPP's nas praias tão logo estas sejam recuperadas.

09:00: todo o Rio de Janeiro já está ocupado. O prefeito do Rio culpa o governo do estado. O governo do estado diz que ainda tem esperanças no diálogo. Decide-se que o governo federal irá cuidar do assunto.

09:10: descobre-se que a força naval estacionada no lago Paranoá, em Brasília, não poderá apoiar as forças cariocas.

09:15: o governador do Rio Grande do Sul anuncia que está formando um novo país pró-alien, que a revolução farroupilha será vingada, e se recusa a mandar reforços para o Rio de Janeiro.

09:20: o Ministro da Ciência e Tecnologia afirma que aliens não existem, logo não existe ataque nenhum.

09:30: alguém se lembra de que o Ministro da Defesa deve ser informado da situação.

10:00: o alto comando determina ataque maciço da aeronáutica, marinha e exército contra os aliens às 11:00 da manhã

11:00: nem o exército, nem a marinha, e nem a aeronáutica estão prontos para o ataque que fica postergado para as 12:00 horas.

12:00: começa o ataque das forças brasileiras.
12:01: acaba o ataque das forças brasileiras.

17:00: com a cidade do Rio completamente dominada pelos aliens, e em completo desespero, o governo federal nomeia Zeca Pagodinho comandante-em-chefe das forças armadas brasileiras.

17:01: o ardiloso novo comandante anuncia rendição geral e irrestrita. O general alien é convidado para assinar o termo de rendição brasileiro no Acarajé da Rosa (barzinho agradável na Lapa).

20:00: já são três horas sem ter contato com o general alien que assinou o termo de rendição brasileiro.

22:00: o exército alien responsável pela área de copacabana deixa de se reportar pelo rádio.

23:00: relatos de deserções generalizadas nas fileiras aliens

24:00: o alto comando alien manda suas reservas para tentar restabelecer contato com suas forças adiantadas localizadas no Recreio, Barra e Rocinha

03:00: todo contato por rádio é perdido com os comandos aliens

05 da manhã: 12 horas após a invasão ainda pode-se ver alguns aliens saindo do morro do Alemão, outro grupo dançando na Lapa, outros com prostitutas em copacabana, e alguns vestindo a camisa do flamengo e fazendo tatuagem do Che Guevara. O outrora orgulhoso exército invasor não foi páreo para a mulata brasileira, a feijoada e a caipirinha. Tudo regado a cerveja e à música do maquiavélico Zeca Pagodinho.

Os jornais matinais ainda tem tempo de colocar em suas manchetes "Liderança firme garante vitória brasileira". Numa nota ao pé da página, os deputados em Brasília anunciam que a invasão retardou as obras da Copa e das Olimpíadas. Sendo assim, pelo bem do Brasil, tais obras serão feitas sem licitação e sem auditoria do TCU.

19 comentários:

j.a.mellow disse...

Meu caro Sachsida, você nem chegou a utilizar o nosso segundo exército, comandado por Ivete Sangallo e o Carnaval da Bahia.Se junta tudo...

Anônimo disse...

Como escritor vc eh um bom economista, a cronica ficou até boa para uma ficçao, mas a critica que vc quis fazer ficou nada a ver em muitos pontos, todo país no mundo em estado de panico está sujeito a qualquer coisa, e simplesmente nao faz sentido sua revolta com alguns pontos como zeca pagodinho ow che guevara, eu odeio zeca pagodinho a pessoa, mas gosto das musicas, e che guevara foi um pensador de respeito, mas muito teórico, utópico e irreal, como 99% dos teóricos de economia em qualquer vertente.

Manoel Portuga disse...

Realmente, é crônica de economistas , todinha pontuada.
Estou entendendo que BRASIL não tem jeito, será mesmo a maior potência mundial logo ali, uns poucos anos prá frente.
De certa forma me lembrei da diaba de uma música chamada "Geni", aquela generosa com todos, com qualquer um. Os invadidos do rio parecem ser todos genis. "Verá que um filho seu não foge à luta..."

Anônimo disse...

"che guevara foi um pensador de respeito, mas muito teorico", impagavel!!!!

Anônimo disse...

kkkkkkk....

Manda esse comentario pras produtoras do Batalha de Los Angeles. Iria ficar muito bom na continuação. Só que seria de comédia.

com um final bem ao estilo Guerra dos Mundos, onde o próprio planeta (nesse caso a cultura) acaba com os aliens depois da total derrota do exercito.

Mt bom!

Abraço a todos!

marcelo l. disse...

Se os aliens tiverem algum serviço de inteligência não irão atacar o Brasil, por que as forças armadas estão inoperantes desde os últimos cortes, além de compreender que um país que tem F-5 e nenhuma defesa antiaérea não é pareo para nada, eles vão primeiro atacar: Colombia, Chile e Venezuela, são as três melhores do continente de longe em termos de equipamento.

O Ministro da Defesa quando informado do ataque aos outros países vai dizer para os três últimos presidentes, a situação é vocês não compraram nada, a cadeia de logistica é destruída a cada corte (na defesa há corte e na carne), não tem peça e nada funciona, nossos fuzis são FAL!

Ele vai dizer para rezarem para os aliens não atacarem países desarmados, caso do Brasil, fazer um plano de fuga da população, e enviar mesmo qualquer ONGs por que do jeito que está só pode ganhar tempo.

Agora a GTE (Grupo de Transporte Especial) que tem aviões para uso do executivo está uma maravilha, portanto a fuga está assegurada para presidente e demais ministros.

Leonardo Monasterio disse...

"eu odeio zeca pagodinho a pessoa, mas gosto das musicas, e che guevara foi um pensador de respeito, mas muito teórico, utópico e irreal, como 99% dos teóricos de economia em qualquer vertente."
Parabens! Vc escreveu a maior besteira do ano.

Anônimo disse...

O Leonardo Monasterio antes de falar que isso eh besteira me prove o contrário, qual pensamento ow idéia de algum economista eh 100% efetiva e exata no mundo real??? nao to defendendo nem o liberalismo quanto menos o socialismo, soh acho que as duas areas tem muitas falhas na prática

Anônimo disse...

Meu caro Leonardo, não acredito que humor algum seja besteira. Nosso amigo só estava colaborando no sentido humorístico à "Batalha do Rio de Janeiro". Portanto peça a ele que enumere as vertentes de teoria econômica pra ver se seguimos com o bom humor.
Sachsida, se um dia eu fazer o curso de cinema documentário da FGV te escrevo pra discutirmos um bom roteiro.
Grande abraço a todos.

Micael Arroyo disse...

Meu caro Leonardo, não acredito que humor algum seja besteira. Nosso amigo só estava colaborando no sentido humorístico à "Batalha do Rio de Janeiro". Portanto peça a ele que enumere as vertentes de teoria econômica pra ver se seguimos com o bom humor.
Sachsida, se um dia eu fazer o curso de cinema documentário da FGV te escrevo pra discutirmos um bom roteiro.
Grande abraço a todos.

Diogo disse...

Nossa, muito bom.
Eu adicionaria que, em alguma hora do ataque, o ex-presidente Lula se manifestaria que os aliens precisam fazer acordo com os sindicalistas para manterem o ataque.
Ainda não duvidaria que seria decretado feriado pela "vitória brasileira".
Abs.,
Diogo Mendonça.

Anônimo disse...

"nao faz sentido sua revolta com alguns pontos como zeca pagodinho ow che guevara, eu odeio zeca pagodinho a pessoa, mas gosto das musicas, e che guevara foi um pensador de respeito, mas muito teórico, utópico e irreal, como 99% dos teóricos de economia em qualquer vertente."

Nossas escolas formam profissionais desse tipo: escreve e pensa como um deficiente mental. E ainda há "pedagogos" dizendo ser necessário abandonar os métodos de ensino tradionais e apostar no ensino cibernético interativo.

Anônimo disse...

Anônimo-31 de março de 2011 13:15, em a "Guerra do Mundos", quem destrói os aliens são bactérias existentes na Terra, para as quais os alienígenas não tinham sistema imunológico.
Dawran Numida

Demetrio Carneiro disse...

Legal Adolfo.
Está bem na linha da ficção-realidade, principalmente quando isentam as obras de recuperação do controle do TCU. Para quem não sabe faz parte da LDO de 2010...E não é ficção. É lei orçamentária aprovada no Congresso Nacional.

José Carneiro da Cunha disse...

Anônimo da 14:35, poderíamos começar pela afirmação de que ele era um pensador respeitável e muito teórico.

Vejamos, as pessoas que o Guevara assassinou afastam o uso do termo teórico da realidade. Chama-lo de pensador respeitado e tripudiar dos pensadores da própria esquerda (ta certo que o nível e baixo, mas há coisa bem melhor que o assassino da motocicleta) Me diga, qual pensamento original ele propôs?
Nem o assassinato de crianças pela causa foi idéia dele, ele apenas o praticou.

Art.

José Carneiro

Micael Arroyo disse...

Uma coisa acredito que seja consenso: "nunca antes na história desse país..." foi visto uma invasão dessa formar....

Micael Arroyo disse...

Uma coisa acredito que seja consenso: "nunca antes na história desse país..." foi visto uma invasão dessa formar....

Anônimo disse...

"(...)che guevara foi um pensador de respeito, mas muito teórico, utópico e irreal, como 99% dos teóricos de economia em qualquer vertente."

PQP!! Che Guevara teórico?! O cara morre pelos seus ideais (por mais que possam ser contestados) e é muito teórico?

E falar que 99% dos economistas são teóricos. Esse babaca pelo jeito não sabe o que é economia. Vai aprender mais, oligofrênico.

Anônimo disse...

Che Guevara foi um criminoso/assassíno arrogante e intolerante. Só isso.

Google+ Followers

Ocorreu um erro neste gadget

Follow by Email