quarta-feira, 20 de março de 2013

Desabafo do Sachsida: é dureza ter que assistir palestras


O problema do mundo é que tem gente demais querendo aplauso” (Bento XVI)

Tenho uma regra: sempre evito participar de seminários onde não possa interrromper o palestrante e perguntar. Venho de uma longa tradição acadêmica, onde esse comportamento é estimulado. Infelizmente, nem sempre posso seguir essa regra. Hoje fui obrigado a participar de uma série de palestras, e digo: a coisa está feia.

Determinadas pessoas se acostumaram tanto a falar qualquer besteira, e serem aplaudidas, que atualmente nem sequer preparam mais suas apresentações. Chegam e despejam um monte de jargões, cinco ou seis palavras-chave e pronto... já saem pro abraço, e o que é pior são aplaudidas!!!

Você então espera aquela palestra infindável terminar, e o palestrante já está lá falando mal dos Estados Unidos, defendendo o meio ambiente, ou ainda argumentando que fulano na comissão de direitos humanos é um absurdo... não importa o tema da palestra, os jargões sempre se repetem.

Hoje participei de três palestras distintas, três temas diferentes, três horários diferentes, três locais diferentes: mas TODAS usaram o mesmo discursso.... e todos os palestrantes foram aplaudidos, nenhum deles contestado. Afinal, não basta o palestrante falar besteira, todos tem que mostrar que concordam com ele.

Nessas horas me pergunto pra que estudar tanto? Pra que trabalhar duro? Nas palestras que dou, na esmagadora maioria das vezes, parece que estou jogando na Bambonera contra o Boca Juniors em alguma final de Libertadores da América, tamanha é a animosidade. Já os picaretas só recebem aplausos. Essas horas são difíceis, o melhor mesmo é voltar pra casa e abrir uma cerveja.

16 comentários:

Leonardo Miranda disse...

Não só palestras, aulas também.

Anônimo disse...

noticia:

Pesquisa surpreende ao apontar que investimento na indústria vai cair 9,5%



reacao:

O resultado surpreendeu o diretor do departamento de competitividade e tecnologia da Fiesp, José Ricardo Roriz Coelho, responsável pela pesquisa

O diretor da Fiesp não foi o único a ser surpreendido pela resposta das indústrias. “É uma ducha de água fria nas expectativas de dez entre dez economistas”, diz Júlio Sérgio Gomes de Almeida, ex-secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda e professor da Unicamp.


unicamp....fiesp...WELCOME TO CONGO

Anônimo disse...

Adolfo deixa de drama, se não gosta não vai, voce estuda e trabalha duro por opção sua, porque voce teoricamente gosta do que faz e tem prazer nisso, e não pra ser melhor que alguém. Eu estudo porque gosto de aprender e aprofundar assuntos que me interessam e me dão prazer em buscar conhecimento, trabalho porque gosto, uno o útil ao agradável, e não faço nada parecer melhor que alguem, e se alguém que não estudou está se dando bem na vida, bom pra ele, estudo não é sinonimo de sucesso, é apenas conhecimento, mas existem outras formas de se adquirir conhecimento, tanto teórico quanto prático.

Lucas Dayrell de Almeida disse...

Conhecimento é uma coisa, carisma é outra. Eu não gosto de palestras, são todas iguais e super ensaiadas e previsíveis, poucas salvam, e as pessoas aplaudem por inércia mesmo, protocolo, seja la o que for, aplaudir nao é mais sinônimo de aceitação do público, virou um ato formal, quase que obrigatório, infelizmente.

Anônimo disse...

Não desanime, quem gosta de ficar bem informado não vai te abandonar.Eu já não leio jornais a muito tempo é pura desinformação,não me iludo com o Brasil maravilha e meus investimentos rêm que ser seguros,não tenho o tesouro para me escorar...E uma cerveja geladinha também tem seu lugar ..

Anônimo disse...

Ué, você queria aplausos também? Igual aos caras que está criticando? Você já deveria saber que o pensamento disruptivo não gera aplausos, pelo menos não no começo, mas gera progresso. E se é no progresso que estás interessado, não há porque desanimar.

William disse...

Prezado Adolfo..por favor não desanime.
Concordo com seu apontamento, porém suas dissertações e pensamentos vão de encontro com algumas pessoas, como Eu.
Todos os dias anseio abrir seu blog para ler novos pensamentos como o Seu.
Carrego comigo uma frase em que "defino" as pessoas.
Existem três tipos de pessoas..as que não sabem o que está acontecendo, as que sabem...mas nada fazem...e as que fazem acontecer.
Meu caro, eu te encaixo no terceiro tipo... e por isso acompanho seu blog.
Abs,
William

Carlos Wagner disse...

Repetindo as lavadeiras de beira de rio de minha terra: "liberdade de expressão é eu poder dizer aquilo que você não gosta de ouvir".
Hoje, estamos a galope com o facismo e adorando o império do pensamento único.

Anônimo disse...

Essa cultura está impregnada em todos os meios e principalmente nas empresas... Convivo diariamente com pessoas de discurso pronto e que adoram ser bajuladas, mas a entrega é zero... E o que não discursa, mas fala a verdade é visto como pessimista e etc... Onde vamos chegar dessa forma?

Anônimo disse...

"A única condição para o triunfo do mal é que os homens de bem não façam nada." (Edmund Burke).

Unknown disse...

Na verdade esse sentimento de ir contra a maré deveria ser um estímulo. Deveria sentir orgulho em nao pensar como a maioria.
Mudanças infelizmente nao acontecem do dia para a noite.

Anônimo disse...

Pior do que palestras inúteis, são as reuniões inúteis!

JV disse...

exatamente.

João Melo disse...

Caro Adolfo, boa noite!

É um prazer ler seus textos e tenho certeza que suas aulas ou palestras são ótimas. Mantenha-se seguro e tenha a certeza que milhões de mentes brilhantes estarão sempre acompanhando sua intensa atividade acadêmica. Parabéns!

Pedro Henrique disse...

Mas não desanima professor. Eu achava suas aulas o máximo!
O senhor me ensinou muito. Inclusive a não buscar o aplauso dos outros.

Anônimo disse...

Desanima não Adolfo!

Eu andava desanimado tbm esses dias com o Brasil, daí com a mídea dando tanta enfase pra comissão de direitos humanos acabei conhecendo o Dep. Bolsonaro, ví nele, assim como vi em você quando foi meu professor o verdadeiro bom exemplo do que nosso país realmente deveria buscar, apesar de nos 2 casos a opnião pública sempre pre-julgar negativamente, mas, sempre por burrice pura... é reconfortante pra muita gente saber que existem pessoas como voces nos defendendo e difundindo essa linha de pensamento tão justa e realista. parabens por tudo o que faz por nós! se tivessemos + 01 saschida só nesse país ele ja seria um lugar muito melhor. parabens novamente!

Google+ Followers

Ocorreu um erro neste gadget

Follow by Email