domingo, 21 de abril de 2013

Que tal ouvir o índio? Chega de condenar os índios à miséria!!!

O post abaixo foi escrito em 01 de junho de 2011. Me digam, estou errado?

A Questão Indígena

Um dos grandes desastres sociais de nosso país, também é o de mais fácil solução. A questão indígena só é um problema devido ao enorme número de indigenistas, isto é, pessoas que vivem basicamente da desgraça do povo indígena. Estes “especilistas” acreditam, sinceramente, que sabem o que é melhor ao povo indígena do que o próprio índio.

O povo indígena no Brasil é miserável (abaixo de pobre), vive em condições horrorosas pelos padrões de nossa sociedade: passam fome, frio, tem baixo nível educacional, péssimas perspectivas de crescimento futuro, e são assolados por doenças. Não bastasse isso, as taxas de homicídio entre os indígenas também é alta. Exatamente por que os indigenistas querem manter o status quo do povo indígena? Para que alguém quer manter o povo indígena em tal estado de miséria?

A maneira mais simples de resolver a questão indígena é permitir que os índios vendam suas terras. Vejam o caso da Reserva Raposa do Sol, os indigenistas geraram miséria. Como mudar isso? Simples, basta permitir que os índios vendam parte de sua propriedade. Com direitos de propriedade bem estabelecidos, o próprio mercado se encarregaria de trazer as oportunidades de volta a região. Os agricultores e pecuaristas poderiam comprar ou arrendar a terra dos índios, e se beneficiariam com a renda da terra (o que simplesmente não ocorre hoje).

Outro exemplo é o setor Noroeste em Brasília. Essa região é super nobre, os imóveis (ainda por construir) estão avaliados em valores superiores a R$ 10 mil o metro quadrado. Nessa região havia um grupo indígena. Qual era a solução óbvia? Simples, permitir que eles mesmos vendessem sua parte no terreno, e ganhassem alguns milhões. Mas a solução encontrada foi outra: realocaram os índios para outra região, mantendo-os na mesma miséria.

Propriedade privada implica no direito de venda. Qual o problema de permitir que os índios vendam suas propriedades e usem seu dinheiro em benefício próprio? Aliás, 500 anos de convivência com o homem branco já se passaram, não está na hora de permitir que os índios se beneficiem das vantagens da civilização? Que tal, ao invés de perguntarmos a “especialistas”, perguntarmos diretamente aos índios o que eles querem? Será que os índios querem mesmo viver isolados da civilização?

6 comentários:

Anônimo disse...

Se for para os índios venderem suas terras por que então dá-las aos índios? afinal, nem fazendeiro nem ninguém ganha terra do governo....
além disso, o que afinal são os índios? os que vivem em florestas/matas e caçam o próprio sustento? partindo dessa premissa, por que esses índios precisam de milhões que seriam angariados da venda do noroeste?

Anônimo disse...

Esses intelectuais querem manter um zoológico humano para seu próprio fetiche.

Anônimo disse...

Esses intelectuais querem manter um zoológico humano para seu próprio fetiche.

Anônimo disse...

Esses intelectuais querem manter um zoológico humano para seu próprio fetiche.

Anônimo disse...

O problema é que as terras indígenas não pertencem aos índios: pertencem ao Estado (União).

Anônimo disse...

Tá errado por ser superficial.

Pra começar, o problema não é único. É tão diverso quanto o território e o povo brasileiro.

Por exemplo, o caso dos índios no Mato Grosso do Sul, uma das piores tragédias humanas registradas no planeta decorre do fato da União ter concedido o direito de uso da terra para os índios e para os agricultores ao mesmo tempo!

Aliás, os invasores portugueses foram os primeiros a não respeitarem o direito à propriedade. Depois, os brasileiros ainda fazem essa bagunça. E agora? De quem é a terra para que dela se faça o que bem entender?

Na Raposa do Sol e outras da Região Norte, a questão é diferente. No DF, eu nem sabia que existia índios lá. Será que não foram parar lá colocados por algum grileiro do Felipelli ou do Roriz?

A solução pode ser simples, mas não é fácil de ser aplicada. É o mesmo caso da solução pra inflação, segundo Milton Friedman.

Google+ Followers

Ocorreu um erro neste gadget

Follow by Email