terça-feira, 25 de junho de 2013

Uma Pergunta Sincera a Reinaldo Azevedo e Rodrigo Constantino

Reinaldo Azevedo e Rodrigo Constantino são dois dos mais influentes pensadores liberais/conservadores do Brasil. Seus blogs e livros tem audiência ampla, ambos têm grande penetração na imprensa. Ambos são contrários às manifestações recentes.

Aqui você encontra alguns dos argumentos elencados por Constantino, e aqui alguns elencados por Azevedo, para serem contra as manifestações. São argumentos de peso e que devem ser respeitados. A priori eu tendo a concordar com eles. Notem que no meu post “Um pais a beira da eternidade” eu também me posiciono com receio das manifestações ocorridas.

Minha divergência com Constantino e Azevedo é outra: a recusa deles em participar das manifestações. Meu ponto é simples: eu também sou contrário as manifestações. Contudo, dado que as mesmas são uma realidade, e continuarão ocorrendo mesmo que nos recusemos a participar, acredito que a melhor estratégia seja participar delas e tentar incluir a agenda liberal/conservadora dentro das reivindicações do protesto. Claro que isso é difícil, mas é evidente que se ficarmos em casa aí é que isso não ocorrerá mesmo.

Então deixo aqui minha pergunta a Constantino e Azevedo: DADO que as manifestações estão ocorrendo, e continuarão a ocorrer independente de nossa vontade, qual é a melhor estratégia para os grupos liberais/conservadores? Ficar em casa e não apoiar as manifestações (que ocorrerão de qualquer jeito), ou ir para a rua e tentar divulgar as nossas idéias?

Claro que no longo prazo existem outras estratégias de difusão dos ideais liberais-conservadores. Mas a pergunta refere-se a situação atual. Dado que as manifestações estão na rua não é melhor participar delas? Qual o risco para os movimentos liberais-conservadores de participarem dessas manifestações? O que temos a perder? Aliás, vale ressaltar que ficar em casa também não é isento de custos e riscos.

Caso Constantino e Azevedo queiram responder será uma honra publicar suas respostas. E lembro novamente que ambos são defensores sérios e preparados da sociedade aberta.

4 comentários:

Zoroastro disse...

Dá pra perceber que você não tem lido ou não entendeu os textos do Reinaldo Azevedo.

Anônimo disse...

Simples, não queremos impor nossas idéias por meio de força ou coerção social. Afinal de contas nós liberais somos contra essa agenda. Aliás nenhuma "manifestação liberal" faz sentido.

Anônimo disse...

Ficar em casa e tentar entender e estudar melhor o fenômeno.

Os liberais/conservadores conscientes são pouquíssimos no momento. É preciso formar um grupo maior primeiro.

Ademais, a imprensa não vai dar a mínima para a participação de vocês e somarão o número de vocês aos manifestantes da outra bandeira (muito mais numerosos). É triste, mas vai demorar muito até convencermos as pessoas do liberalismo econômico e outras propostas conservadoras.

Pensei que todas as escolas, universidades, revistas e canais de TV estão trabalhando contra, formando outra mentalidade. Então, no momento, vocês não tem a menor chance.

A única manifestação que vale a pena participar é a manifestação contra o Foro de São Paulo, no dia 31/7/2013.

Anônimo disse...

A opinião do segundo anônimo não faz sentido. Evidentemente que a manifestação do Sachsida é no sentido de mostrar e tentar convencer com argumentos, e não fazer uso de força.

Google+ Followers

Ocorreu um erro neste gadget

Follow by Email