quarta-feira, 17 de julho de 2013

Entrevista com Roberto Ellery

Fiz três perguntas para meu grande amigo Roberto Ellery. Ele gentilmente as respondeu em seu blog. Recomendo a leitura!!!!

Clique aqui para ler as respostas de Ellery.

Abaixo seguem as perguntas que fiz e os respectivos comentários que faço as suas respostas.


1. Você andou postando que nenhuma ditadura te representa. Qual sua opinião sobre o golpe militar no Egito. Como o golpe no Egito pode ser comparado com o Golpe de 1964 no Brasil?

Comentário) Mas se eleições fossem convocadas hoje no Egito o mais provável é que a Irmandade Muçulmana vencesse novamente. Depois de qualquer golpe é necessário dar tempo para que a sociedade civil se reorganize, para que os partidos políticos se reestruturem, e para que a população conheça outras alternativas. Claro que um período de tempo longo demais coloca tudo a perder e fortalece a ditadura, mas um tempo curto pode gerar outra ditadura no lugar da antiga. Sobre 1964 no Brasil, acredito que o golpe (ou revolução) foi mesmo necessário. Em minha opinião, eleições deveriam ter sido convocadas em 1967. Não convocar tais eleições foi um erro crucial que gerou os problemas posteriores da ditadura brasileira.


2. Você acha que o Brasil deve dar asilo a Snowden? Como você compara Snowden a Assange?

Comentário) Snowden é um espião com crise de consciência. Toda democracia utiliza-se de expedientes que beiram uma zona cinzenta, espionagem é uma delas. Um espião que revela segredos de Estado é um traidor para seu país. Contudo, serve a interesses de outros países. Se Snowden arriscasse sua vida pelo Brasil deveríamos recebê-lo, como esse não foi o caso não vejo porque dar asilo a ele. Em relação a Assange concordamos.


3. Qual o valor do câmbio de equilíbrio?

Comentário) Concordamos.

Nenhum comentário:

Google+ Followers

Ocorreu um erro neste gadget

Follow by Email