sábado, 24 de agosto de 2013

Manifesto Contra a Escravidão: O Caso dos Médicos Cubanos

Não vou entrar no mérito da necessidade de se importar médicos. Esse post se concentra no ponto realmente importante: a maneira como os "médicos" cubanos estão vindo ao Brasil equivale a um regime de escravidão.

Os "médicos" cubanos não poderão ficar com seu passaporte. Este ficará retico com autoridades cubanas. Retenção de documentos é crime no Brasil. Mais importante ainda: a retenção do passaporte objetiva evitar que os cubanos fujam do país.

Os "médicos" cubanos que conseguirem escapar já foram avisados pelo advogado geral da União que não terão asilo no Brasil... isso se assemelha a seguinte situação: o escravo (médico cubano) foge de seu dono (governo cubano), mas tão logo seja localizado pelo caçador de escravos (governo brasileiro) é devolvido ao seu dono. Isso é escravidão!!!!

Os "médicos" cubanos não tem direito a qualquer escolha de ambiente de trabalho ou de formas de remuneração. São colocados numa lavoura (cidade brasileira) e se fugirem de lá serão caçados.

O governo petista está importando escravos. Eu sou contra tal medida e aviso, dessa eu não irei me esquecer. Se Deus me der a honra, e a oportunidade, de um dia ter influência o Ministro da Saúde, Alexandre Padilha, e o Advogado Geral da União, Luis Adams, irão responder por esse abominável crime contra a humanidade. Desnecessário dizer que a Secretária Especial de Direitos Humanos, Maria do Rosário, será igualmente processada.

A maneira como os médicos cubanos estão vindo ao Brasil equivale a importar escravos. Eu sou contra, e não me esquecerei dos que foram a favor desse ato detestável. Se Deus me der a chance, todos os responsáveis responderão na justiça, e passarão um bom par de anos na cadeia.

OBS: não sei o motivo, mas na postagem original esqueci de mencionar a Presidente Dilma. Esta também entra na lista.

10 comentários:

Carlos disse...

Adolfo, é nestas horas que eu realmente sinto vergonha de ser brasileiro.
Vejo muitas pessoas defendendo o governo porque dizem que os médicos são privilegiados e não querem atender os pobres.
Brasileiro no seu estado bruto: ignorante, anti-meritocracia e invejoso.
Junte-se a isso o marxismo de boteco usado pelo PT para colocar os grupos uns contra os outras e o que é ruim fica muito piór.
Sinto muito em afirmar isto mas uma boa parte da população do país é canalha e vai arrastar os bons juntos com eles pro inferno social.
Brasileiro no geral quando vê alguém em situação melhor do que a dele prefere trabalhar para que esta pessoa se fod@ do que tentar melhorar ou entender porque esta pessoa está melhor.

"Não quero estar melhor que você, quero que você esteja piór do que eu"

Este é o lema da canalha,sem falar que colocam o futuro na mão dos "jovens", o que é temerário, obviamente ambos fomos jovens un dia e sabemos muito bem o que tinhamos na cabeça nesta idade, com raras exceções.

Sinto pena das pessoas honestas e justas e admiro o seu trabalho. Sinceramente espero estar enganado, mas no momento acredito que as coisas só vão piorar.
De que será a vez amanhã: engenheiros, dentistas, policiais, economistas?

Abraço,
Carlos


Unknown disse...

A Polícia Federal realiza várias operações por ano em São Paulo para libertar bolivianos do trabalho escravo. Terá muito trabalho pela frente, se quiser.
Estranhei a notícia dos cubanos não terem passaporte. Como podem circular pelo País, ou pelas cidades onde trabalham, sem nenhum documento?
Para obter asilo só vejo 2 caminhos: embaixada ou consulado, ou talvez o Paraguai.

Antonio Cristovao disse...

vale a pena rever os comunicados da ordem dos medicos portuguesa sobres os ministros de saude e politica de saude de há 15 anos a esta parte.
talvez se evite com essa leitura ler as criticas terriveis sobre a politica Patriota no Brasil. Ajuda aperceber porque se ganha tanto numpais com salario tao baixo.Que odio devem ter ao Lula que titou 50 milhoes da misera extrema(dados da ONU)

Anônimo disse...

Sachsida, por que você poupou a Dilma? Ela é a principal disso tudo.

Anônimo disse...

É uma boa forma de mandar dinheiro para um país sujeito a embargo econômico. Pagaremos ao governo cubano 10 mil reais / mês para cada um dos 4 mil médicos. O governo cubano pagará 1 mil reais por mês para esses médicos (mais despesas de moradia e alimentação). Sobrou bastante dinheiro, não sobrou?

Esse é o nosso país, que pune o diplomata que ajudou uma vítima de perseguição política a fugir da Bolivia...

Anônimo disse...

Os cubanos desembarcaram com material de propaganda eleitoral do PT e de Dilma. Veremos estas cenas na propaganda eleitoral com a narração idiotizante - "Dilma e Padilha trouxeram alguns dos melhores médicos para cuidar do povo pobre". Esta corja vive disso, fomentando o ressentimento.

Anônimo disse...

Lembrando que: "De acordo com o relatório da OIT de 2001, o trabalho forçado no mundo tem duas características em comum:o uso da coação e a negação da liberdade."
1)Uso da coação:retenção de passaportes e familiares dos médicos pelo governo Cubano.
2)Negação da liberdade:Governo antecipadamente avisa que negará pedidos de exílio.

Klauber Pires disse...

Professor Adolfo seus videos no youtube não permitem compartilhar ou incorporar. Eu desejo publica-los no meu blog Libertatum. Há alguma decisão sua neste sentido? Klauber Pires klauber.pires@gmail.com

Adolfo Sachsida disse...

Seria uma honra ter meus videos compartilhados!!! Obrigado pelo interesse.

Adolfo

Gabriel Vieira disse...

A vinda de médicos cubanos para o Brasil demonstra a fidelidade em que os partidos de esquerda do Brasil tem com o regime totalitário comunista de cuba, temos que observar que esses pobres cidadães de cuba também são vitima em seu próprio país, é uma imensa vergonha o Brasil financiar a ditadura comunista diretamente, qualquer iletrado consegue entender o que acontece.

1º O salário deve ser pago a cuba, e o Brasil sabe que esse dinheiro não vai para a família deste médico, financiamento direto de cuba.

2º A família não pode acompanhar o médico, mesmo ele ganhando um salário acima da média da classe média alta brasileira, esse médico não vai fugir deixando os seus familiares para atrás, e se fugir, talvez o governo cubano mate a sua família.

E se fugir mesmo assim?

3º Se o médico fugir, vai ter que fugir como um animal porque nem passaporte esse "cidadão" cubano pode ter, essa é a liberdade que o nosso governo está dando a esses cidadães, se ficar o bicho pega e se fugir o bicho come,

Observação. Na segunda hipótese se estes médicos não forem escravos de cuba, são pior, são comunistas com missões bem claras ditadas por el comandante.

Segue a minha crítica,
Gabriel

Google+ Followers

Ocorreu um erro neste gadget

Follow by Email