sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Por que eu amo o Londrina?

As vezes me perguntam porque torço para o Londrina. Bem, eu não torço para o Londrina, eu amo o Londrina.

Como não amar um time que te traz tão boas recordações? Me lembro de meu pai, me levando ao estádio torcer para o Londrina quando eu tinha 4 anos de idade. Me lembro de minha primeira camisa do Londrina Esporte Clube... camisa essa que minha filha mais nova usa hoje. Quantas lições não aprendi com meu falecido pai indo ao estádio...

Certa vez minha mãe me perguntou se meu pai tinha bebido durante o jogo, eu respondi que sim. Meu pai olhou para mim e disse "Tem coisas que nós homens não comentamos". Como eu poderia entender isso com 4 anos??? Hoje eu entendo... desculpa pai. Certa vez, antes do jogo, paramos num barzinho. Meu pai pediu uma porção de moela, uma cerveja e uma Coca-Cola (para mim). Quando chegou a porção de moela meu pai a deu para uma criança pobre, conversou com a criança e deu a moela para ela. Olhou para mim e disse: "Pode até parecer que ele tem vantagem, mas nunca se esqueça que a vantagem é sua". Como eu poderia entender isso? Hoje eu entendo pai, obrigado.

Como esquecer de meu pai brigando porque um panaca brigava com meus irmãos (que pegavam latinhas vazias e jogavam no lixo, e por engano jogaram a latinha de cerveja cheia do ranzinza fora)? Como esquecer de meu pai me carregando e me protegendo em seus braços quando uma tempestade interditou um jogo no Estádio do Café?

Como esquecer de meu pai rindo de meu choro, após o Londrina perder do Atlético Paranaense, e dizendo: "Meu filho, como um time que paga 100 pode vencer um time que paga 200 ao juiz?". Certa vez, voltando para casa de um jogo ouvíamos os comentários da partida pelo rádio. O radialista metia o pau no Adalberto. Eu perguntei ao meu pai: "Pai não achei que o Adalberto jogou mal, por que estão falando mal dele?". Meu pai riu e disse que iria me mostrar uma lição... ele mudou a estação da rádio, e logo em seguida eu podia ouvir "Adalberto foi o melhor em campo!!!". Meu pai riu e disse: "parece que alguns radialistas tem outros interesses...". Como eu podia entender aquilo???? Hoje eu entendo pai!!!

Certa vez ouvia um jogo do Londrina contra o Atletico na capital. 36 minutos do segundo tempo, Atletico 2 x 1 Londrina. Então o técnico do Londrina faz a última substituição: troca um centroavante por outro... eu imediatamente comecei a xingar!!! Por que??? Por que? Perdido por 1 perdido por mil!!! Hora bolas tire o zagueiro e coloque o centroavante!!! Meu pai riu e disse: "Meu filho, existem resultados bons para o time e resultados bons para o técnico". Rssss como eu poderia entender isso??? Foram mais de 10 anos até que eu pudesse entender o raciocínio de meu pai. Ele se referia a um problema que eu sequer suspeitava que existisse... em economia, o nome de desse problema é problema do agente e principal. O velho era um gênio!

Quando meu pai teve um AVC e ficamos pobres, como me esquecer de nossos domingos na varanda de casa ouvindo o Londrina pelo rádio? Como esquecer das famosas frases: "é pique do fundo, fundo do pique" para denotar um contra-ataque do Londrina? Ou então "Tem jacaré no lago!!!" para se referir a um impedimento. Ou então, como esquecer eu e meu pai, olhares apreensivos, ouvindo o escanteio para o Londrina "Pé trocado perigo dobrado!!!".

Como não amar um time que me ensinou tanto? Como não amar momentos tão maravilhosos? Se existe justiça no mundo, um dia eu ainda irei vestir a camisa do Londrina e jogar 15 minutos pelo time do meu coração. Londrina eu te amo!!!

7 comentários:

Dezio Ricardo Legno disse...

Adolfo,
o Londrina não existe. O que existe são 11 jogadores que nunca são os mesmos ao longo do tempo.
Como diria Drumond: O Londrina, não há mais.

Cinara Sampaio disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Pode fazer um post sobre essas duas materias?

http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/2014/02/1419159-ministerio-da-cultura-recua-no-veto-a-documentario-sobre-covas.shtml

E o edital de intimação em:
http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?jornal=3&pagina=12&data=27/03/2013

(nao precisa publicar esse comentario)

Marcos Paulo disse...

Linda homenagem Adolfo!!! Seu pai, onde estiver, está orgulhoso de vc.

Anônimo disse...

Inefável é torcer pelo Galo!

Unknown disse...

Realmente um jogo do tubarão é emocionante!! Tive a oportunidade de morar em londrina por oito anos e fiz grandes amizades!! Londrina é muito bom!! Pena que o tubarão não seja tão bom!! Kkk. Abs Hugo

Unknown disse...

Realmente um jogo do tubarão é emocionante!! Tive a oportunidade de morar em londrina por oito anos e fiz grandes amizades!! Londrina é muito bom!! Pena que o tubarão não seja tão bom!! Kkk. Abs Hugo

Google+ Followers

Ocorreu um erro neste gadget

Follow by Email