quarta-feira, 26 de março de 2014

Caso Pasadena: Erenice Guerra, braço direito de Dilma à época, fazia parte do Conselho Fiscal

No escândalo da compra da Refinaria de Pasadena, que causou um prejuízo de 1 BILHÃO DE DÓLARES a Petrobras, estou estranhando o silêncio a respeito do Conselho Fiscal. Notem que POR LEI o Conselho Fiscal deve checar as decisões do Conselho Administrativo (do qual a presidente Dilma Roussef era presidente à época). Quem estava lá? Quem fazia parte do conselho fiscal? ERENICE GUERRA, ela mesma, a pessoa que era o braço direito de Dilma.

Aqui você pode acessar a legislação a respeito.

Aqui você pode ver os componentes dos Conselhos Fiscais e Administrativo da Petrobras ao final de 2006 (apenas lembrando que o acordo de Pasadena ocorreu no começo e não no final de 2006).

Sim, a presidente Dilma deve satisfações sobre o caso. Mas, cá entre nós, ela não está sozinha nessa. Tem mais gente que deve justificar seu voto.

Nenhum comentário:

Google+ Followers

Ocorreu um erro neste gadget

Follow by Email