segunda-feira, 1 de setembro de 2014

A Caixa Preta da Caixa Econômica Federal

Não é a primeira vez que falo sobre a Caixa Econômica Federal, e repito: existe uma verdadeira caixa preta dentro da CEF.

A primeira caixa preta refere-se a capitalização da CEF ocorrida em agosto de 2012. Tal capitalização foi feita em parte com ações da Petrobras. No final essa foi uma manobra para aumentar a capacidade de empréstimos da CEF e, ao mesmo tempo, não impactar o superávit primário. Infelizmente não sou um especialista nesse tipo de operação. Contudo, a maneira como tal capitalização foi feita levanta dúvidas sobre a correção do procedimento.

Outra caixa preta vem da contabilidade da CEF. Como ela está contabilizando créditos de primeira linha (aqueles onde a chance de insolvência é baixa)? Por exemplo, um indivíduo que refinancia sua dívida está sendo contabilizado como devedor de primeira linha? Afinal, esse devedor estava insolvente. O simples fato de refinanciar sua dívida não deve ser o suficiente para melhorar seu score de crédito.

Ainda sobre a contabilidade da CEF, não custa lembrar o escândalo da apropriação indébita de recursos da poupança. Segundo a Isto É, isto teria engordado o lucro de 2012 da CEF em R$ 719 milhões. Dado o ambiente propício a contabilidade criativa que tem impregnado a Esplanada dos Ministérios, resta a pergunta: até que ponto podemos confiar na contabilidade das empresas estatais, CEF entre elas?

A CEF tem expandido, e muito, suas operações de crédito imobiliário. Qual seu grau de exposição a um aumento na taxa de juros? Qual seu grau de exposição a insolvência? Ou será que todos acreditamos que 2015 não será um ano de ajuste? Qual a exposição da CEF ao aumento no desemprego que virá ano que vem? Qual a exposição da CEF em relação a queda na renda, de determinada parcela da população, que ocorrerá ano que vem? Qual a exposição da CEF as construtoras?

Como esta a governança da CEF em relação ao governo federal? Afinal, o governo vem retendo recursos que deveria estar repassando a CEF. Teremos novos esqueletos no futuro? De quanto estamos falando? Aliás, a lei de responsabilidade fiscal não proibia bancos públicos de financiar seu controlador (o governo)?

Existe uma verdadeira caixa preta na Caixa Econômica Federal. Está na hora de abrir essa caixa.

2 comentários:

KQT disse...

Sachsida,
Como poderíamos abrir essa caixa? O BC não vai fazer nada. Entrando outro governo há possibilidade de uma auditoria na Caixa? enfim.. quando a CEF será auditada?

Adolfo Sachsida disse...

Caro KQT,

Por mim auditaria o quanto antes.

Adolfo

Google+ Followers

Ocorreu um erro neste gadget

Follow by Email