domingo, 26 de outubro de 2014

Perdemos mais uma. A única coisa boa dessa derrota é ver o desastre que o PT plantou ser colhido pelo próprio PT


Perdemos mais uma. Mais uma vez um candidato sem expressão, sem talento político, vence um candidato mais preparado. Na internet todos buscam por um culpado. Acho isso perda de tempo, estamos todos de cabeça quente. O momento agora não é de procurar culpados ou bodes expiatórios. O momento é de esfriar a cabeça e corrigir erros. Não adianta culpar o Nordeste, se perdemos lá cabe a pergunta: por que perdemos lá e o que podemos fazer para mudar essa situação? Minas Gerais foi outra incógnita, como Aécio foi perder lá? E o que deve ser feito para mudar isso?

Enfim, perdemos. Meu sentimento de derrota é enorme, mas enfim, fiz o que estava a meu alcance. A partir de amanhã é juntar os pedaços, por a cabeça no lugar, e começarmos de novo. Acredito que em 2018 as eleições serão de outro tipo, não acredito que teremos mais eleições nos moldes atuais. O PT vem com tudo: reforma política, controle social da mídia, e conselhos populares tirando autonomia do Congresso Nacional. Enfim, serão 4 anos de batalhas duras para manter viva a chama da democracia no Brasil. Ou nos unimos, ou nos apoiamos, ou deixamos algumas de nossas diferenças de lado, ou não teremos a menor chance em 2018.

A única coisa boa da vitória do PT é que a crise que o PT plantou em nosso país nos últimos anos será colhida pelo próprio PT. Serão anos ruins pela frente. Os próximos anos serão de duras provações econômicas: inflação alta, crescimento econômico baixo, salários estagnados ou em queda, e desemprego subindo. Tal como alertei em inúmeras oportunidades ao longo dos últimos anos, teremos a volta da década de 1980.

Em toda grande crise econômica os extremos ganham força. Isso quer dizer que a extrema esquerda e a extrema direita irão crescer. Nosso objetivo pelos próximos quatro anos deve ser um só: elegermos alguém de centro ou de direita para ser o próximo presidente do Brasil. Se você concorda então junte-se ao Foro de Brasília, uma entidade criada para combater o avanço da esquerda em nosso país. Outra opção é juntar-se ao Café da Tarde, outro movimento criado para defender ideias liberais em economia e valores conservadores em questões morais.

4 comentários:

Marcus Vinicius disse...

E o Partido Novo ? Ele deve ser uma opção contra um governo cada vez mais bolivariano não ?

FlavioMNascimento disse...

É como disse o empresario bilionário Flavio Rocha, no seu Twitter: "É uma derrota de quem trabalha contra quem não trabalha. Reforça a crença de que se pode viver parasitando no Estado".

samuel disse...

Aecio fez uma bela campanha! A melhor que o PSDB fez até agora
Quem derrotou Aecio foram as urnas fraudadas!
Somente na bala vamos retirar esses chupins de cima de nós!
Tenha certeza do seguinte: Quando um grupo forte se organizar para tirar o PT do poder pela força, vamos ouvir a gritaria do FHC, Serra, etc... dizendo dizendo que querem acabar com a democracia no Brasil! kkkk O PSDB passou a existir somente para cohonestar a supremacia da esquerda, petista ou qq outra.
Veja o que ocorre nos EUA. Se o conservadorismo tiver uma chance INTERNACIONALMENTE é que teremos uma possibilidade de virar o jogo.

Anônimo disse...

Justifiquem a acachapante derrota do Aécio (sim, acachapante, afinal ele perdeu até mesmo em seu próprio curral eleitoral) com qualquer coisa. Mas essa desculpa esfarrapada de urna fraudada é de quem não sabe perder. Não gosto da Dilma, votei no Aécio, mas não acho correto essa conversa fiada de que a urna foi fraudada. Isso é coisa de menino chorão.

Google+ Followers

Ocorreu um erro neste gadget

Follow by Email