domingo, 13 de novembro de 2016

Uma Breve Olhada nas Estatísticas de Deportacao nos Estados Unidos. Obama é líder de deportacoes.


Esse não eh um texto acadêmico. Sao quase duas da madrugada e resolvi dar uma olhada nas estatísticas de deportação (removal) dos Estados Unidos. Voce pode obter dados oficiais de deportação dos Estados Unidos aqui. E a lista dos presidentes americanos pode ser obtida aqui. ATENCAO, OS DADOS VAO APENAS ATE 2014.

Bush pai, durante sua presidência, deportou em média 35.332 imigrantes ilegais por ano.

Bill Clinton, durante sua presidência, deportou em média 108,706 imigrantes ilegais por ano.

Bush filho, durante sua presidência, deportou em média 251.567 imigrantes ilegais por ano.

Obama, durante sua presidência (dados até 2014), deportou em média 404.512 imigrantes ilegais por ano.

Esse post tem um objetivo principal: mostrar que deportar imigrantes ilegais não eh sinal de xenofobia, pois caso contrário deveríamos chamar Obama de xenófobo.

Esse post tem um objetivo secundário: mostrar que Bill Clinton mais que dobrou a deportação de imigrantes ilegais em relação a Bush pai. E que Obama aumentou em muito o número de deportações em relação a Bush filho. Em outras palavras, tanto Clinton como Obama deportaram muito mais imigrantes ilegais do que seus antecessores republicanos. Disso não faco inferência alguma, até porque não estudei os dados a fundo. Ressalto apenas que muitas vezes taxamos pessoas de xenófobas sem ao menos prestarmos atenção a dados básicos e facilmente localizados na internet.

Por fim, caso Trump deporte mais imigrantes ilegais do que Obama isso também não será sinal de xenofobia. Pois se assim o fosse deveríamos chamar Bill Clinton e Obama de xenófobos, pois ambos também aumentaram em muito os números de deportação em relação a seus antecessores.

OBS: se não estou enganado foi o Rodrigo da Silva quem primeiro alertou para as estatísticas de deportação do governo Obama. Rodrigo Constantino também escreveu sobre o tema.

Nenhum comentário:

Google+ Followers

Ocorreu um erro neste gadget

Follow by Email