quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

Itamaraty, orgulho do Brasil no passado, vexame brasileiro durante o lulopetismo, precisa recuperar sua credibilidade: Temos que resgatar o brasileiro preso ilegalmente na Venezuela


Começo esse post com um fato incontestável: o Itamaraty foi por décadas motivo de orgulho para a nação brasileira. Vários de seus embaixadores fizeram história e nos são motivo de orgulho. Por exemplo, Souza Dantas (embaixador brasileiro na França ocupada pelos nazistas) salvou a vida de milhares de judeus. Em data mais recente, Eduardo Saboia orgulhou o povo brasileiro e salvou a vida de um perseguido político na Bolívia.

O Itamaraty precisa recuperar e voltar a sua tradição de excelência. Nesse sentido, é fundamental resgatar Jonatan Moisés Diniz, o brasileiro que foi preso por motivos políticos na Venezuela. Basta de tolerância para com essa vergonhosa ditadura que se abateu sobre a Venezuela. Não cabem aqui meias palavras: ou a Venezuela liberta o brasileiro ou precisa sofrer duras sanções políticas e econômicas. O Brasil deve levar o caso a ONU e a OEA, e a qualquer outra instituição internacional, a Venezuela precisa entender que não está lidando com um república de bananas. Além disso, é óbvio que a Venezuela deveria ser imediatamente expulsa do Mercosul (sim, eu sei que as regras atuais não permitem isso. Mas prender um inocente por motivos políticos também não deve ser permitido).

Convido a todos a compartilharem esse post, convido a todos a não deixarem esse assunto cair no esquecimento. Convido a todos a compartilharem a hashtag: #FreeJMDiniz

Nenhum comentário:

Google+ Followers

Follow by Email