terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

Milagres acontecem!!!!

Finalmente um dos maiores ASSASSINOS de todos os tempos pede pra sair: Fidel Castro, depois matar milhares e condenar milhões à miséria pediu para sair da Presidência de Cuba.

Impressiona o Presidente do Brasil, um país que CONDENA a ditadura, ir lá prestar solidariedade a esse CARRASCO.

Que notícia boa saber que esse mau caráter, FINALMENTE APÓS 49 ANOS, abandona o poder. Ele é mais um exemplo do "desapego" socialista pelo poder.

Assim que Cuba se abrir ao mundo a pobreza da ilha irá declinar a taxas meteóricas. Mas devemos nos lembrar da máxima latina: bobeastes sunt enrabastes est. Deve estar cheio de coróneis na ilha querendo o posto de ditador vitalício. Essa é a hora do povo cubano lutar por sua liberdade. Essa é a hora de dar um basta nessa ditadura sangrenta que assola o povo cubano há meio século.

7 comentários:

Hilton Leal disse...

Com certeza é um dia muito especial para comemorarmos a liberdade.
Mais a perguntar é: Será que os cubanos não deixarão se levar por outro ditador?
Um povo que se deixou ser manipulado por quase 50 anos, tem algun problema com o povo ou com o sistema eleitoral.
Mais eu de coração espero que cuba se abra ao mercado mundial, lute por direitos e uma vida melhor dos cubanos.

Badger disse...

Seleção adversa: qualquer cubano com um mínimo de inteligência (e que deu sorte de não virar comida de tubarão) já mora em Miami faz mais de 20 anos.

Anônimo disse...

Repito aqui o que escrevi no blog do garotinho:
"A minha perplexidade com a adoração a Fidel é exatamente pelo fato simplório de que não esperava algum tipo de admiração por parte de quem é religioso e diz que se empenha para combater os políticos corruptos que hoje sabemos professam às escâncaras o socialismo fácil, tanto na teoria como na prática. O Fidel pode ser pessoalmente simpático, como são também inúmeros facínoras e bandidos de todos os gêneros. A questão não é pessoal. É política. É claro que a desatenção intelectual me irrita. Achar que Fidel propiciou de fato uma educação maravilhosa em Cuba é falar do que não se vê. É óbvio que se a educação fosse a única condição para se alcançar um padrão de vida razoável, Fidel seria o cara, assim como o socialista pernambucano que quer fazer crer as nossas avós que descobriu a chave do paraíso, mas que é incapaz de falar mal de banqueiros e industriais que dominam a politica, os recursos públicos e naturais do nosso país. O óbvio é que a liberdade é que gera a possibilidade de se ter, através da educação, boas oportunidades de negócios, gerando a verdadeira riqueza do país. Liberdade tem que ser entendida em sentido amplo. Liberdade política. Liberdade econômica. Liberdade em tudo que a requeira. De que adianta ter cientistas, se não existe um mercado que demande o saber ofertado? De que adianta ter tantos médicos, se poucos é que de fato são necessários? Lógico, temos uma outra indicação de ineficiência do sistema: produz-se mais do que o necessário em certas atividades. Liberdade é algo que comunistas e socialistas reles não podem entender. É fácil taxar de quem não professa admiração por esse tipo de regime de neoliberal. É fácil embrulhar idéias para produzir ideologias. Achar que pelo fato de não aceitar a carterinha das UNEs e das outras entidades do gênero nos fazem coniventes com a corrupção e o poder econômico que domina a política do país é fazer ninar mulas e macacos. O ponto é que em Cuba não existe liberdade. Não se tem a alternância do poder. Não há opção política. E pior ainda é o resultado de um sistema pretensamente solidário. É ineficiente e incapaz de gerar riqueza. E como ele não pode dar certo mesmo, a opção é literalmente ilhar a população. Estamos vendo o que aconteceu com a Europa Oriental. Você, comunista de carteirinha ou socialista reles, não está vendo? Você gostava mais daquela União Soviética do que da miríade de países que estão se libertando da tutela socialista? Se gosta, deveria arrumar um passaporte para Cuba, ou para o Vietnã ou Coréia, redutos solitários de uma ideologia espúria e anacrônica, invariavelmente dominadas pelos seus fidéis. Eu não me importo com a opção política de ninguém, desde que não me retirem o que mais aprecio: a liberdade. Se você é um novo socialista ou comunista como um novo cristão que respeita meus direitos, não lhe tenho críticas. Mas se quer na conversa fácil me fazer crer que nós é que somos retrógrados, para não dizer outra coisa, simplesmente porque não aceito, assim como muitos não aceitam, o rótulo de quem é socialista é bacana. Digo-lhe em alto e bom som: esquerdas somos nós."

Um abraço
marco b

Joaci disse...

Realmente Fidel está saindo do poder?! Pois muito provavelmente terá como sucessor seu irmão Raúl Castro que já está no "poder" interinamente desde 31/JUl. E quando realmente assumir o poder, terá peito para desbancar o Socialismo vivido por mais de 49 anos e implacar o capitalismo?

Joao Soares, o Tetao disse...

Nao existe nenhuma garantia que o fim do regime castrista vai aumentar a renda em Cuba... A destruicao institucional pode ser tanta que a situacao pode piorar muito antes de melhorar.

Por exemplo, o que voce vai ser feito das propriedades que foram confiscadas pelo regime e vendidas para canadenses e europeus (espanhois em sua maioria)?

Aperte os cintos que o caos nem comecou ainda.

Tetao

Anônimo disse...

Com certeza o povo cubano tem muito a comemorar, afinal foram mais de 45 anos.
Mas quem será o seu sucessor?
Não duvido que seja o seu irmão...
Tomara que os cubanos dêem um fim a essa história e que possam começarem uma vida nova.

Priscilla o.

Anônimo disse...

Pelo visto os cubanos vão começar uma nova vida, mas não como muitos imaginaram. Raúl Castro,irmão de Fidel Castro, foi eleito novo chefe de Estado de Cuba. Na minha opinião,Raúl não vai abandonar o regime socialista,até por que já vinha substituindo Fidel a alguns meses. Os cubanos ainda vão ouvir muito essa história...

Google+ Followers

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Follow by Email