domingo, 10 de agosto de 2008

Tem cheiro de Polônia no ar...

A invasão da Polônia, por tropas nazistas, foi o estopim da segunda guerra mundial. Claro que a União Soviética, em parceria com os nazistas, também tinha invadido a Polônia. Mas esse fato costuma ser deixado de lado. Enfim, libertar a Polônia era o objetivo que o motivou o começo da guerra. Ao final da segunda guerra mundial a Polônia continuava ocupada, só que agora apenas pelas tropas soviéticas.

A recente intervenção russa na Ossétia do Sul tem cara de Polônia. Com a justificativa de auxiliar os rebeldes da Ossétia do Sul, que querem a separação da Georgia, os russos atacaram várias localidades na Georgia. Não vou aqui defender o governo da Georgia, acredito que todo povo tem o direito a escolher se quer ou não pertencer a determinado país. Se a Ossétia do Sul quer se separar da Georgia, então é seu direito fazê-lo. Contudo, a intervenção russa tem mais jeito de invasão do que de libertação. Creio que a Ossétia do Sul está apenas trocando o julgo Georgiano pelo Russo, péssimo motivo para se ir a guerra. Pior mesmo é que a fome russa pode não se saciar apenas com a Ossétia do Sul.... se cuida Georgia, se cuidem ex-repúblicas soviéticas.

Apenas para finalizar: onde estão os defensores da ONU??? A Rússia praticamente declarou guerra à Georgia sem ao menos consultar a ONU, sem ao menos informar à ONU. Já pensou o falatório que seria se fossem os americanos que fizessem isso? Mas como é a Rússia, bem a Rússia pode.

3 comentários:

Anônimo disse...

Adolfo,

É bom não esquecer dois episódios que tornam a invasão da Geórgia algo emblemático, mostrando a sede expansionista russa: as invasões da Hungria e da Tchecoeslováquia. Quanto tempo os russos ficaram ditando as regras por lá?

PS: Dizem que uma crise internacional de grande porte será mortal para a candidatura do democrata Baracl Obama. Terá sido por isso que o Bush está tão quieto?

Anônimo disse...

Adolfo,

Venho aqui mais para lhe da uma dica. Estou traduzindo a série "Free to Choose" que Milton Friedman reeditou em 1990 para o português. Um tributo à liberdade e ao livre mercado.

freetochoosebr.blogspot.com

Se puder divulgar, tanto melhor.

Abraços.

lelê disse...

olá!
Prof, A ONU há muito tempo perdeu sua força.Bush já está em final de governo e não deve está nem aí para isso, não é interesse dele intervir. Agora se é uma ameaça para eleição de Baracl Obama, concordo contigo. Só fico indignada como um país, Rússia, genocida por natureza, chama isso de ajuda aos seus iguais da Odisséia. é mais uma guerra de influência. Onde inocêntes morrem, por conta de ideologias e poder de seus governantes. Será uma revanche aos EUA com a guerra contra ao Iraque? será que a Rússia que ser mais eficiente que os EUA?
A Rússia sempre ficou no encalçe dos EUA as duas grandes guerras mundiais provam isso.
Alessandra Santos

Google+ Followers

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Follow by Email