quarta-feira, 19 de maio de 2010

A Questão Iraniana

Alguma novidade no caso iraniano? Não. Tudo corre como o previsto: os iranianos aceitam o acordo proposto por Lula. O Irã ganha mais tempo para desenvolver sua bomba nuclear. Minha dúvida refere-se ao que ganha Lula? Certamente não ganha prestígio internacional, mas ganha prestígio interno. Lula ganha uma arma política, capitaliza seu fracasso como sucesso para as eleições de outubro.

Em 1 mês o Irã irá descumprir tudo que prometeu e restará aos embaixadores brasileiros duas alternativas: admitir que foram feitos de bobos ou dizer que tudo esta ok e manter as aparências. Evidente que o Itamaraty irá optar pela segunda alternativa: dando ainda mais tempo ao Irã para desenvolver sua arma nuclear.

O Brasil quer um assento no conselho de segurança da ONU: não vai conseguir. Anos de política internacional respeitável foram jogadas no lixo pelo governo Lula e por Celso Amorim. A cada dia que passa o Brasil se aproxima de ditadores e se afasta de democracias. Esse é o resultado da política internacional do governo Lula.

O Brasil tentou se aproximar da China para conseguir um assento no Conselho de Segurança da ONU. Aos iluminados brasileiros não surgiu a questão mais óbvia de todas: se o Brasil entrar no Conselho de Segurança o Japão também entra, coisa que a China não irá permitir tão cedo. Logo é perda de tempo contar com o apoio chinês para a ampliação do Conselho de Segurança.

Onde estão os grandes embaixadores brasileiros? Não é possível que no Itamaraty só restem esses desqualificados. O Itamaraty tem uma longa tradição de produzir bons diplomatas, não merecia esse fim.

4 comentários:

Chutando a Lata disse...

Nào sei se o resultado seria esse. O que sei é que os israelenses nao gostaram nada disso e assim,talvez, o Serra tenha conseguido um apoio substancial.

Anônimo disse...

"Anos de política internacional respeitável foram jogadas no lixo pelo governo Lula e por Celso Amorim."

Professor,

Discordo da sua visão. O arcordo fechado foi EXATAMENTE o que os EUA queriam. O problema é que foi só com a intermediação da TURQUIA e do BRASIL é que foi o mesmo foi firmado.

Os americanos ficaram foi DESPEITADOS, por não serem ELES os grandes protagonistas.

Anônimo disse...

Olha aí Professor:

Passou no Jornal Nacional de Hoje...

"Obama envia carta a Lula apoiando acordo com o Irã, diz agência"

Leiam:

http://g1.globo.com/politica/noticia/2010/05/obama-envia-carta-lula-apoiando-iniciativa-de-negociacao-com-o-ira.html

Anônimo disse...

Ingenuidade apostar no despeito dos americanos, Lula nada obteve e isso já ficou claro.

Google+ Followers

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Follow by Email