terça-feira, 3 de maio de 2011

Este Blog apóia o Código Florestal proposto por Aldo Rebelo

Este blog deixa claro que apóia o novo Código Florestal proposto por Aldo Rebelo. Impressiona como os ditos movimentos “verdes” tem verdadeiro ódio dos pobres. A agricultura brasileira, um dos setores mais competitivos de nossa economia, levou comida de qualidade e barata para a mesa do brasileiro. A não aprovação do novo código, ou alterações grandes em seu conteúdo original, podem acabar com isso.

Os “verdes” gostam de dizer que o novo código beneficia o grande agricultor. MENTIRA. O grande agricultor vai continuar plantando de qualquer jeito. Os grandes latifundios, de um jeito ou de outro, conseguem financiamento. De um jeito ou de outro irão continuar em sua atividade. Contudo, é o pequeno agricultor que precisa da aprovação do novo código florestal. É o pequeno agricultor que precisa do novo código para ter acesso ao financiamento bancário. É o pequeno agricultor quem mais sofre com os limites absurdos de preservação ambiental demandados pelos “verdes”.

A conta é simples: quanto maior for a proteção ambiental, proporcionalmente mais sofrerá o pequeno agricultor. Dado o estado atual da tecnologia, um agricultor que tiver que sacrificar 30% ou 40% de sua propriedade para a preservação ambiental está fora do mercado, será economicamente inviável a produção para ele. Ora, dado o diferencial de tamanho entre a pequena e a grande propriedade rural, é evidente que os limites de proteção demandados pelos “verdes” torna economicamente inviável a produção para os pequenos agricultores. Ou seja, eles terão que encerrar suas atividades e migrarem para a cidade. Já o grande produtor rural continuará na ativa, mas agora com uma produção menor. Dependendo do cenário é bem capaz que o grande produtor esteja melhor sob a demanda dos “verdes”. Afinal, com menos produção o preço aumenta, e talvez compense a redução na quantidade.

Se a demanda por uma proteção ambiental exagerada dos “verdes” vencer na votação do Congresso Nacional, temos algumas certezas: 1) o pequeno produtor rural terá sido prejudicado; 2) os brasileiros pagarão mais pela sua alimentação, e como a alimentação pesa mais no bolso dos mais pobres, serão eles os que mais sofrerão; e 3) ganha o agricultor europeu e americano que não terão que se preocupar tanto com a competição brasileira (pois nós mesmos iremos destruir nossa vantagem). Por que os verdes tem tanta raiva dos pobres?

Por fim, se as regras de trabalho escravo, que valem para a agricultura, fossem aplicadas nas obras do PAC, boa parte do primeiro escalão do governo federal envolvido com as obras do PAC estaria enfrentando processos por exploração do trabalhador (cadê as centrais sindicais que não notam isso?).

8 comentários:

Anônimo disse...

O opositor típico desta reforma é o jovem, estudante, urbano, de classe média, que não faz ideia do que seja viver da agricultura, com seus riscos e incertezas, aumentados pelas grandes variações climáticas que se percebem atualmente. É aquele extrato de gente, que sem ter por onde extravasar sua fleuma juvenil, manifesta-a nesse apoio incondicional, e ignorante, a qualquer tipo de manifesto 'do contra'... Esses jovens, muito jovens, ainda tão 'verdes' de vida.

Anônimo disse...

Tem que haver é fiscalizaçao e multa altissima em caso de desperdício, desmatamento ou maus tratos com o meio ambiente, plantar e cultivar de forma certa nao degradam o meio ambiente, muito pelo contrário, o problema é o excesso ou o uso abusivo de agrotóxicos ou outros meios que degradam o meio ambiente, to nem aí se o cara tem 5000 ou 10 hectares, tem q haver é fiscalizáção forte, multas e punições.

Anônimo disse...

O centro do argumento dos ambientalistas, ditos "verdes", está na questão ambiental.

Argumentar que eles não gostam dos pobres, é colocar um argumento na boca deles.
Pode ser um efeito que os pobres não tenham maior disponibilidade de terra. Sim.
Mas é mais embaixo. Não é que eles não têm terra por causa dos ambientalistas, mas sim por todo o histórico da sociedade brasileira. Argumentar que os ambientalistas são os culpados, é um argumento ahistórico; muito simplório.

A questão central é que há latifundiários e, no oposto, pessoas sem terra alguma.
Como resolver o problema? Muitas são as opiniões.

O autor desse blog coloca por aumentar o uso do fator terra; que manteria toda a instituição como está. Para isso, incentiva-se a derrubada de florestas e ampliação da fronteira agrícola.

Latifundiários permaneceriam, e, no longo prazo, é bem provável que a situação continuasse com está, já que o pobre tenderia a vender sua terra ao grande produtor, visto que esse tem grandes vantagens na ampla produção de um produto só (economia de escala).

O problema que vejo nesse argumento, fora a questão de manter as coisas como estão, é as questões climáticas que isso ocasionaria; e também o custo de oportunidade da perda de todo um ecossistema, que convenhamos, não deve ser expresso simplesmente em termos monetários.

Nilo disse...

Aqui na UNB, a maioria está contra pra variar um pouco.

Anônimo disse...

A votação foi adiada depois de fortes pressões de ambientalistas e do governo, como apoio de ex-senadora Marina Silva. Apenas para rir, parece, segundo meios de comunicações, Bono Vox teria dado "recomendações à presidente sobre o Código Florestal". Gisele Bündchen, também publicou algo contra a votação do Código Florestal. E o Congresso, adiou a votação. Se querem um futuro com todo mundo vegano ou lavrando a terra com as mãos, para plantar couve para a merenda escolar de escolas públicas, tudo bem. Mas, que falem que querem isso. Pol Pot ficaria muito satisfeito.
Dawran Numida

Anônimo disse...

Adolfão,

Apenas para desopilar um pouco nossos tão sofridos fígados: agora quem dá a bola é o Santos.

Abs,

J. Coelho

Anônimo disse...

hello bonito blog , gostei mesmo muito, acho que poderiamos tornar-nos amigos de blog :) lol!
Tirando as piadas chamo-me Diogo, e parecido contigo escrevo na internet se bem que o foco da minha página é bastante distinto deste....
Eu desenvolvo sites de poker sobre dinheiro grátis para jogar poker sem teres de por do teu bolso......
Gostei imenso aquilo vi escrito mais uma vez
Voltarei!:)
Ps:Peço desculpa pelo meu portugues ruim

Anônimo disse...

Comida barata...msm assim aumentando o preço, e ainda tem a lei de preços tabelados(Num é vc que eh contra essas leis adolfo?)
Qualidade tbm piorando, apesar de a maioria ainda ser boa, num eh essas maravilha toda n.

Google+ Followers

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Follow by Email