segunda-feira, 16 de maio de 2011

Uma breve história tributária do Brasil*

Carga tributária bruta é tudo aquilo que pagamos de impostos (mais taxas e contribuições) dividido pelo PIB (que mede a riqueza do país). Em palavras, a carga tributária bruta mede o que o governo abocanha da riqueza da sociedade. Este post traz uma evolução histórica desse indicador da intervenção do governo em nossas vidas. Mostramos também alguns detalhes interessantes de sua composição atual.

Perído Carga Tributária Bruta
1900-05 12,5% do PIB
1905-07 15% do PIB
1916-25 7% do PIB
1926-30 8,9% do PIB
1931-35 10,2% do PIB
1936-40 12,5% do PIB
1941-45 12,7% do PIB
1946-50 13,8% do PIB
1951-55 15,4% do PIB
1956-60 17,4% do PIB
1961-64 17% do PIB
1966-70 24% do PIB
1971-75 25,3% do PIB
1976-80 25,1% do PIB
1981-85 25,2% do PIB
1986-88 24,7% do PIB
1990-94 27% do PIB
2000-10 ao redor de 34% do PIB

Você Sabia?
1) que em 1922 foi criado o Imposto sobre Vendas e Consignações (futuro ICMS) com alíquota de 0,25%
2) em 1843 o Imposto de Renda sobre vencimentos provenientes dos cofres públicos tinha alíqutotas entre 2% e 10%. Em 1922, o IR agora sobre todos os rendimentos tinha alíquotas entre 0,5% e 8% (com descontos de até 75% para pagamentos em dia).
3) o Imposto de Renda responde por quase 20% da carga tributária bruta; e a tributação sobre o capital é muito superior à tributação sobre o trabalho (exatamente o contrário do que sugere a teoria econômica!!!)
4) Se somarmos a PIS/COFINS + CSLL + IR pessoa jurídica teremos aproximadamente 70% da arrecadação federal
5) Se somarmos os impostos coletados junto a Petrobras + Vale + setor automobilístico + bancos teremos aproximadamente 50% da arrecadação

*: mais detalhes em Oliveira, F.A. (2010) “A Evolução da Estrutura Tributária e do Fisco Brasileiro: 1889-2009”. TD do IPEA, número 1469.

9 comentários:

Anônimo disse...

O imposto inflacionário está computado? Se não, o comportamento dos números da década de 1980 parecem sugerir que a inflação funciona como uma máscara.

rodrigo disse...

E não vai parar de aumentar, pois o governo é um saco sem fundo e o povo é ignorante e/ou capacho.

Demetrio Carneiro disse...

Está nas LDOs para 2010 e 2011 o argumento para mais carga por conta da "falta de liberdade" do governo, gastos obrigatórios, por conta de sua necessidade de garantir o bem estar das populações mais pobres. é esperar e conferir.

Chutando a Lata disse...

O melhor desses dados é o que revela sobre o crescimento. Como sabemos, antes da ditadura militar de 64 (periodo democrártico de 45 a 63) a economia estava numa trajetória equilibrada e com crescimento razoável - impostos numa trajetória descente. Claro ,quando alguem fala do milagre da ditadura, esquece o óbvio: falso milagre, como os anos 80 demonstram!

Cláudio disse...

Essas informações, da forma como trazidas, não dizem absolutamente nada. Que tal, a bem da boa prática científica, correlacioná-la a outros indicadores.

Erik Figueiredo disse...

Faltou o período 95-2000. Importante para comparações políticas...

Anônimo disse...

Números, números e números....
O Brasil tem é um problema cultural, de achar que moramos no melhor país do mundo, que vivemos no paraíso, na praia, não precisamos trabalhar nem nada, que nossa cultura fala por nois, o Brasil é refém de sua própria fama. Nós temos que privilegiar o país lindo que moramos, a nossa cultura mas jamais o nosso ``jeitinho brasileiro``, pq quando a gente vive num país perfeito, clima perfeito, tropical e uma cultura e ambientes riquissimos não cuidamos dele, e o japão nao tem nada e é dos mais ricos do mundo?
Sinceramente números nao mudam minha vida, o que muda é o ambiente em que a gente está.

j.a.mellow disse...

Meu caro Sachsida, e todos nós sabemos que nessas fases citadas em que os impostos não eram tão escorchantes como hoje, vivia-se bem melhor. A diferença e a grande mudança se deu e isso para o bem e para o mal, foi na migração em larga escala e uma total desidia dos poderes de estado na administração disso tudo. Depois que o mal já transpôs a fase do equilibrio, há como que em todos os ramos da ciencia moderna, a total impossibilidade de contenção dos males.

Anônimo disse...

Governo PT batendo mais recordes...

Google+ Followers

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Follow by Email