domingo, 25 de setembro de 2011

Mais sobre a recente desvalorização cambial

O real sofreu uma razoável desvalorização. Qual o motivo disso? Evidentemente, qualquer resposta esta sujeita a críticas, e involve uma certa parcela de crenças. Abaixo segue minha resposta.

O primeiro motivo reside no ambiente de instabilidade internacional. Questões referentes a crise grega, e seus desdobramentos, lançam incertezas na economia. Para se proteger, os investidores procuram um ambiente seguro, isto é, títulos da dívida pública americana. Esse movimento fortalece a posição da moeda americana.

O segundo motivo reside na queda dos juros no Brasil. É natural que juros nominais mais baixos, associados a uma inflação mais alta, diminuem a atratividade de aplicações em reais. O que por sua vez gera uma perda de atratividade da moeda doméstica em relação ao dólar.

Por fim, temos a questão da inflação. Uma inflação nacional mais alta do que a inflação internacional também pressiona por uma desvalorização do real. Essa última explicação, apesar de evidente nos livros texto de economia, parece estar sendo negligenciada por boa parte dos analistas. Se é verdade que desvalorizações cambiais tem impacto na inflação, também é verdade que taxas de inflação elevadas pressionam por desvalorizações do câmbio.

Acredito que a recente alta do dólar vai se estabilizar. Por hora não vejo grandes problemas. Contudo, o que a recente desvalorização do real mostrou é que nossa economia não caminha tão bem como muitos suponham.

3 comentários:

Anônimo disse...

Os críticos confundem política cambial com política monetária, ao atribuírem à desvalorização cambial as causas da inflação. No entanto, política monetária é uma coisa e política cambial outra. O problema é que as duas coisas estão ligadas: política monetária mal conduzida leva a apostas contra a moeda, induzindo desvalorizações, o que conduz à inflação. Avisem aos PTnomistas.

Anônimo disse...

Sem querer ser chato. Mas envolve é com e.

Anônimo disse...

Até parece que algum investidor "normal" iria apostar na moeda de um país "lixo" como este numa época de crise. Olha essa porcaria de bolsa que não vai para lugar nenhúm, olha o total descontrole nas contas públicas... e etc

Google+ Followers

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Follow by Email