quarta-feira, 13 de junho de 2012

Morre a única mulher a ganhar um nobel de Economia e as feministas ficam caladas.... essas feministas..... O Sachsida deixa aqui sua homenagem a Elinor Ostrom:

"Ao receber, no final de 2009, o Prêmio Sveriges Riksbank em memória de Alfred Nobel, conjuntamente com Oliver Williamson, Elinor Ostrom tornou-se a primeira mulher a figurar na lista de economistas “nobelizados”. De fato, embora desde o seu aparecimento em 1969 o prêmio já tivesse distinguido 62 economistas, só em 2009 foi atribuído a uma mulher. É compreensível que esta particularidade tenha merecido amplo destaque na comunicação social, mas é o trabalho desenvolvido por Ostrom no âmbito da economia da governação – e não o fato de ser mulher – que faz com que esta atribuição do Nobel da Economia seja especialmente significativa".

Um comentário:

Anônimo disse...

Existem muitas mulheres talentosas, como foi Elionor Ostrom, mas na maioria das vezes, ficamos à margem por optarmos em cuidar da família, ou dar suporte ao homem para que ele brilhe. Convivo com mulheres brilhantes, doutoras e com grandes requisitos para serem excelentes pesquisadoras, porém todas estão no papel de professoras, esposas e mães. Quanto aos maridos, todos continuam na pesquisa e ensino. Leonhard Euler foi um grande matemático e físico, teve treze filhos, não há nada escrito sobre sua esposa.

Google+ Followers

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Follow by Email