domingo, 8 de julho de 2012

2015 o ano do ajuste

Meus amigos,

Esse blog começa hoje uma campanha: vamos evitar o desastre!!!

Ainda é possível, mas se nada for feito esse país vai se lembrar, de maneira triste, do final da década de 1970 e começo da década de 1980.

Vamos recapitular: como este blog já vem alertando há um bom tempo, estamos cada vez mais parecidos com o Brasil do final da década de 1970. Juros subsidiados, grandes projetos por conta do setor público, pouca atenção ao combate da inflação, contas públicas mal gerenciadas, estímulo ao endividamento... Esse é o caminho certo para o desastre.

Tudo que esse blog vem alertando vem acontecendo... a mais nova é o prometido reajuste salarial dos servidores públicos para 2014. Alguma novidade? Em ano de eleição o governo promete gastar mais.....

No ritmo atual 2015 será o ano do ajuste, o ano em que retornaremos ao começo da década de 1980: recessão e inflação. Ainda é possível evitarmos o desastre, faça sua parte e divulgue este post. Vamos fazer com que esse país acorde e saia dessa trajetória que nos levou a uma década perdida.

8 comentários:

Sávia Lima disse...

ótima questão para ser analisada e compreendida por todos nós.Parabéns!
Tenho um blog que criei recentemente e preciso de ajuda nas questões que envolvam argumentações e entendimento da nossa parte.Sou estudante de direito,tenho o intuito de me aperfeiçoar em discursos,oratória,sínteses e argumentos.Se puder contribuir em me ajudar,agradeço.http://debateseassuntospolemicos.blogspot.com.br/

Celso Costa disse...

O governo está jogando o país para outra década perdida. Diz estimular o investimento, contudo fomenta a demanda agregada. O Adolfo está certo, e tem meu apoio.

Anônimo disse...

Petralhada vive no tempo das cavernas!

michelle disse...

O governo estimula as compras desenfreadas e a população segue fielmente.
Assisti uma entrevista de imprensa com a presidente Dilma onde um repórter fez a pergunta: "Presidente, o que o governo pretende fazer para resolver a dificuldade econômica dos brasileiros?" (mais ou menos isso). E a mesma respondeu: "Não existe dificuldade, a imprensa cria os problemas e depois procuram maneiras de resolver."
E depois saiu da coletiva.
Então, nós passamos pelos problemas que para o governo não existem. Pra eles fica mais fácil, não tem o que resolver.

Andrezza Rabelo disse...

Sou nova neste blog e no assunto sobre economia também, pois como a maioria dos brasileiros, via superficialmente o que a mídia divulga.
Lendo alguns posts pude perceber como a situação financeira do Brasil esta e de como estamos sendo prejudicados com a volta dos anos 70, em relação a consumismo , juros altíssimos, a grande diferença de renda dos brasileiros o que leva o governo a criar e camuflar essa situação.
Sou totalmente leiga no assunto, mas o professor Adolfo tem todo o meu apoio sobre tentar mudar a realidade do país.
Parabéns.

Dominick Messias disse...

A situação econômica do Brasil está a cada vez nos prejudicando. Como é que um país que está dessa forma quer ser país sede da Copa e Olimpíadas? Será que os governantes não percebam que o dinheiro que eles pegam, poderia servir para algo melhor no país? Esses grandes eventos serão uma vergonha se a situação econômica do país não melhorar. Sou estudante do 2º Semestre de Relações Internacionais e parece que eu e minha turma temos mais consciência que esses "líderes" do nosso país. Apoio muito essa sua inciativa Professor Adolfo.

Anônimo disse...

Olá, eu fim do futuro, do ano de 2015, para lhe parabenizar pelo acerto em sua previsão ainda aí em 2012.

Lucas Favaro disse...

E não é que o senhor estava certo? Parabéns professor Adolfo Sachsida pelo acerto. Infelizmente para a sociedade brasileira, o senhor estava certo.

Google+ Followers

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Follow by Email