sábado, 16 de fevereiro de 2013

O Carnaval Acabou, Dilma não fez discurso agradecendo o Papa, e Aécio Neves se calou


O carnaval acabou, Dilma não fez discurso agradecendo o Papa, e Aécio Neves se calou. Por favor, alguém avise ao nobre senador mineiro que o carnaval JÁ ACABOU!!!! Cadê a oposição????

65% da população brasileira é católica, praticamente toda a população brasileira é cristã. O líder da Igreja de Pedro renúnciou ao cargo, nossa presidente (ao contrário dos presidentes dos Estados Unidos, da Alemanha, da França, da Grã Bretanha, entre outros) se calou. Taí uma baita chance para a oposição.... mas parece que aquela conversa do Aecio fazer oposição depois do carnaval era só enredo de escola de samba.

5 comentários:

Unknown disse...

Como o senado ainda deve estar em recesso, a oposição deve iniciar o cronograma anual na semana que vem, se tiverem sessão marcada. RRrrs

Anônimo disse...

PT e PSDB = farinha do mesmo saco!

Esses aí, nunca mais!

Fora Dilma, fora Aécio!

Dawran Numida disse...

Bem, PT e PSDB, ou ao contrário, não são "farinha do mesmo saco".
Esse é um dos maiores problemas do País, hoje: alguma coisa propiciou que tudo fosse relativizado e criaram, nessa base, um "igualitarismo", onde tudo é sempre igual mesmo que seja diferente.
O que falta ao País são políticos. E não "políticos iguais", mesmo não o sendo.
Além do que, erigiram uma muralha "politicamente correta", onde a terminação "ade" aparece sempre: mobilidade, acessibilidade, habitabilidade e vai por ai.
Difícil de aceitar e mais difícil ainda de derrubar.
Assim, com a "morosidade" das oposições, a "governabilidade" permanecerá a mesma, ao menos até 2030.

samuel disse...

Assim, com a "morosidade" das oposições, a "governabilidade" permanecerá a mesma, ao menos até 2030.

OU ATÉ OS ESTADOS UNIDOS SEREM DEVOLVIDOS AOS AMERICANOS, ISTO É; AOS REPUBLICANOS...

Pedro disse...

Sou cristão e católico praticante e acho que Dilma não deve nada ao papa. Ora a função dele é religiosa, a dela executiva de uma nação. Não tem nada para ela lamentar. Estado é uma coisa, religiões são outra.

Google+ Followers

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Follow by Email