sexta-feira, 24 de maio de 2013

Quietinho quietinho o BACEN AUMENTA ainda mais a liquidez do mercado.... Quando a Bolha Imobiliária estourar podem culpar o BACEN


Em março o Banco Central alterou (REDUZIU) as exigências de capital dos bancos em operações referentes a crédito imobiliário, crédito consignado, e empréstimos a grandes empresas. O jornal VALOR ECONÔMICO noticiou isso no dia 21 de maio.

Na prática, a decisão do BACEN reduz as exigências de capital dos bancos, isto é, AUMENTA a capacidade de empréstimos nessas operações. Os recursos para o financimento imobiliário estão cada vez mais escassoz, o que faz o BACEN? Estimula a poupança? Não! Em vez disso, o BACEN REDUZ AS EXIGÊNCIAS!!!!! Isto é, na prática o BACEN aumenta a capacidade de financiamento dos bancos sem aumentar a poupança da economia.

O BACEN justificou sua decisão com base em critérios técnicos: as operações listadas acima tem pouco risco, logo os requisitos de capital poderiam ser diminuídos. Além disso, os bancos brasileiros já operam em patamares bem melhores do que os exigidos pelo acordo de Basiléia. Sim, isso está correto. CONTUDO, se houver bolha no mercado imobiliário uma crise na economia terá duas consequências: a) aumento do desemprego com consequente aumento da inadimplência; e b) queda no preço real do imóvel (que é a garantia do banco).

Quando a crise estourar, não adianta dizer que foi culpa do mercado. As políticas monetária e fiscal ERRADAS do governo é que estão nos levando para o abismo.

9 comentários:

Arthur disse...

A diminuição da intervenção do BC no mercado é ruim?

Anônimo disse...

Nós brasileiros não estamos caminhando para o abismo, estamos já no fundo dele.

Deco disse...

Prezado Adolfo, fiz uma entrevista recentemente, trabalho para faculdade (curso de economia - 1º periodo). A entrevistada citou seu blog como conteudo para economistas e resolvi acompanha-lo. Não vejo de forma alguma uma bolha imobiliaria no Brasil, mas tenho a bolha americana como parametro. Poderia exemplificar melhor esse problema tendo como base o nosso modelo de financiamento? Invisto em FIIs constantemente e uma bolha, pra mim, geraria uma excelente oportunidade... Parabens pelo blog... Andre Stella

Anônimo disse...

A bolha já estourou, só falta o despair ...

Anônimo disse...

Esperem para muito em breve o aumento do limite de uso do FGTS para financiamentos de até 750K e o alongamento do prazo de financiamento para 40 anos. Nossa bolha vai estourar depois dos eventos esportivos ou assim que for imperiosa a subida de juros SELIC. Acessem bolhaimobiliaria ponto com

Anônimo disse...

Estão imitando os EUA fazendo um “Quantitative Easing” tupiniquim sem ter a moeda global. É óbvio que vai gerar inflação.

Anônimo disse...

Deco, acesse bolhaimobiliaria ponto com

Cada país teve a bolha à sua maneira. O Brasil está seguindo a linha da baixa taxa de juros e do crédito desordenado. Não temos subprime nem alto endividamento pra quebrar a economia. A nossa economia é que vai estourar a bolha.

samuel disse...

Aumento do gasto público, bolsas para todo lado, empréstimos ao BNDES, à CAIXA, aos “cronies”, à Cuba, à Angola.... Somado à desoneração de impostos, redução do PIB, redução do número de pagantes pela desindustrialização, DÁ PARA DAR SOMA ZERO? Não. É preciso ao governo tomar emprestado no mercado financeiro e complementar com emissão de moeda.
GASTAR À RODO, TOMAR EMPRESTADO INDEFINIDAMENTE E EMITIR MOEDA, se isso não causar inflação, ESTÁ DESCOBERTO O MOTO CONTÍNUO em uma ECONOMIA.

Anônimo disse...

Acredito de fato na Bolha, porém acredito que a correção se dará de forma diferente, e será na forma de um cenário bastante negativo para economia como um todo, o Real será depreciado em relação ao US$, nossa economia será devastada pela inflação como já está ocorrendo, como no Brasil num governo de esquerda, não haverá ajuste fiscal porque isso será postergado até o limite da quebra de fato, a expansão monetária continuará até o talo, quem acha que tá poupando dinheiro com caderneta de poupança ou CDB na verdade só tá minimizando as perdas, a não ser que vc tenha 1milhão não vai bater a inflação real, por incrivel que pareça quem comprar um imóvel com taxas subsidiadas pela Caixa até o limite 500 mil ainda vale a pena, isso se conseguir um bom negócio, e ainda sair antes de 2016, principalmente porque todos os índices que remuneram os empréstimos IPCA, IGPM, TR, estão sendo maquiados hoje na cara dura, imaginem quando a crise estourar, o problema é achar algo para comprar com 500 mil no Rio que valha a pena, por que isso sim é uma odisséia, agora meus amigos de poupança comprem US$ a situação vai piorar e bastante, e quem poupa como sempre se não se proteger tomará ferro.

Google+ Followers

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Follow by Email