segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Mas não se matam Girafas?

Um zoológico da Dinamarca matou uma girafa macho de nome Marius. A notícia ganhou destaque na imprensa internacional.

Ao que parece, o zoológico matou a girafa argumentando pela manutenção da qualidade genética de todo grupo. Evidente que eu discordo de um absurdo desses. Nós já vimos milhares de seres humanos serem exterminados com base no mesmo argumento. Agora usa-se o mesmo argumento para o caso das girafas. A base da eugenia está funda na percepção de alguns.

Será mesmo que nossos genes determinam tanta coisa? Será mesmo que sabemos tanto assim sobre genética? Matar animais com o argumento de que precisa-se preservar a qualidade genética do grupo é uma mostra do que em breve alguns serão capazes de fazer.

Nossa ignorância sobre a vida é grande demais para acabarmos com ela com base numa suposta vantagem de preservação genética.

11 comentários:

Pedro Albuquerque disse...

Troço absurdo, sem nenhum sentido!

Anônimo disse...

A girafa é propriedade do zoológico e eles podem fazer o que bem entendem com ela sem ficar dando justificativas. E era melhor não ter dado mesmo, olha a propagação inútil que esse caso teve.

Anônimo disse...

Conhecemos sim de genética e é fato que ela iria enfraquecer o grupo, mas poderiam ter dado outra solução.

Anônimo disse...

Acho que o blogueiro esqueceu sua veia liberal. O Estado deveria proibir isso?

Anônimo disse...

@anonimo 2014 17:38

Verdade, ele anda meio estranho ultimamente. Seria influência do DEM?

ganhar views no youtube disse...

muito bom o blog, adorei!!

comprar views no youtube disse...

adorei

bsmbrasil disse...

Sensacional!

sm curtidas disse...

muito bom!

sm curtidas disse...

muito bom!

Fernanda disse...

lente post. Já está marcado nos meus favoritos. Adorei este site ao ler vi que era o que eu estava procurando, Estou ansiosa para ler seu próximo artigo,

parabéns.e muito Swing um abraço

Google+ Followers

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Follow by Email