segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Ou Privatizamos a Petrobras ou a Petrobras Privatiza o Brasil

Você se lembra do sistema Telebrás? Na época em que as telecomunicações eram monopólio do governo 50% das localidades brasileiras não tinha telefone. Isto mesmo: metade das localidades brasileiras não era atendida por telefone algum. Hoje pode parecer estranho, mas em 1994 era assim. Telefone era coisa de luxo. Dois telefones era coisa de rico. Foi a privatização do sistema que tornou o telefone popular no Brasil.

Telecomunicações era um setor estratégico diziam as vozes contrárias a privatização. Exatamente da mesma forma que as mentes contrárias a privatização da Petrobras argumentam hoje. Todos os argumentos usados contra a privatização da Telebras são usados contra a privatização da Petrobras. Tal como antes, todos estão igualmente errados. A Petrobras é uma fonte inesgotável de corrupção e de ineficiência, exatamente como o sistema Telebras o era no passado.

Nada contra os funcionários da Petrobras. Mas, é evidente que a Petrobras esta sendo sucateada com finalidade política. Seus cargos de alta gerência são dados a companheiros, e não aos mais capazes. Suas escolhas de produção sao direcionadas para satisfazer acordos políticos, e não metas de eficiência. Enfim, toda a estrutura da Petrobras é utilizada como instrumento de barganha política, desde as peças de reposição das refinarias até a instalação de plataformas maritmas. Tudo segue o critério político.

A balança comercial vai ficar muito negativa? Não tem problema, lance uma plataforma inacabada da Petrobras no mar e contabilize isso como exportação (mesmo que tal plataforma nunca venha a deixar o país). Precisamos financiar algum jornal amigo? Petrobras neles! Precisamos financiar algum blog de cumpadres? Petrobras neles! Precisamos arrumar verbas para algum movimento "social"? Petrobras neles! Evidente que uma companhia com esse tipo de gestão não pode ser eficiente.

A magnitude dos valores transacionados pela Petrobras impressiona, o volume de recursos associado direta ou indiretamente a essa empresa é gigantesco. Evidente que isso é uma fonte valiosa de poder e corrupção para quem está a frente do governo. Privatizar a Petobras é uma garantia de tirarmos dos tiranos esse poder. Não é preciso ir longe para ver o perigo que a Petrobras estatal representa: a Venezuela com sua companhia estatal de petróleo é o exemplo mais óbvio de como os recursos do petróleo podem ser utilizados pelo governo para desestabilizar o jogo democrático.

Ou o Brasil privatiza a Petrobras, tirando do governo essa fonte de poder, ou a Petrobras, tal como ocorreu com a PDVSA na Venezuela, privatiza o Brasil. Se não vendermos a Petrobras, em breve, o poder originado dessa companhia será o combustível que os inimigos da sociedade aberta utilizarão para se propagarem no poder.

Tal como no passado a venda do sistema Telebras fez bem aos brasileiros (e mal aos políticos), a venda da Petrobras fará bem ao povo brasileiro (e mal aos políticos). Privatizar a Petrobras além das vantagens econômicas é também uma questão fundamental para preservarmos nossa liberdade.

2 comentários:

Anônimo disse...

Perfeito o texto.

Anônimo disse...

Saiu resultado hoje.

Google+ Followers

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Follow by Email