sábado, 15 de fevereiro de 2014

VideoCast do Sachsida: Por que entrei no curso de Direito?

Nesse vídeo friso que temos que combater os inimigos da sociedade aberta. Este vídeo é um apelo por união!!! Vamos unir nossas energias no combate as forças que querem nos escravizar!!! Assista ao vídeo clicando aqui!

3 comentários:

Pedro Erik disse...

A guerra é bem maior que o PT e PSOL, meu amigo. A vida é guerra pelas almas.

Mas boa sorte no curso de Direito.

Abraço,
Pp

Caio disse...

Adolfo, parabens por ser daquelas pessoas que tentam mudar esse pais para melhor, mesmo tendo TODAS AS CONDICOES DE SAIR DAQUI E IR PARA OUTRO PAIS VIVENDO ATE MELHOR, isso sim é adimiravel, voce é um heroi!

José Carlos Lobo Barbosa disse...

Apoio a parte em comum com o economista Adolfo Sachida (respeito à propriedade privada, a livre iniciativa e a economia de mercado, por exemplo), mas não sou conservador no sentido de ser contra o desenvolvimento científico e tecnológico que as pessoas muito religiosas e conservadores em geral são contra.

Infelizmente, os conservadores que são mais religiosos geralmente possuem a tendência de serem contra os avanços científicos e técnicos de todas as ciências e técnicas (engenharia genética, transgênese, técnicas de reprodução animal, humana e contracepção, técnicas de controle de natalidade, métodos anticoncepcionais, transfusão de sangue em Testemunhas de Jeová, legalização da eutanásia, legalização do aborto, legalização da pena de morte, legalização da prostituição, legalização do comércio de órgãos humanos, secularização e/ou laicização absoluta do Estado como um todo, não criminalização da biônica, bioengenharia, bioinformática, biotecnologia, pesquisas e técnicas de clonagem e todas as demais ciências e técnicas relacionadas, etc.).

Sou liberal no sentido econômico (a favor do liberalismo econômico, economia de mercado, respeito à propriedade privada e à livre iniciativa, por exemplo) e mais racional, cientificista e tecnicista em parte (não no todo) em relação a certos aspectos morais e éticos.

Por exemplo, em relação a certos moralismos conservadores de cunho mais afetivo, corporal e sexual (puritanismo, permissividade, virgindade antes do casamento, mutilação genital feminina, repressão a certas liberdades afetivas e sexuais individuais, legalização do aborto, legalização da eutanásia, legalização da prostituição, etc.) sou a favor do respeito as liberdades individuais, incluindo a liberdade afetiva, corporal e sexual (o corpo de cada um é propriedade privada de cada indivíduo e este é livre para decidir sobre seu próprio corpo dentro dos limites legais).

Já quanto a questão da segurança pública, sou a favor de leis penais, principalmente para os reincidentes, extremamente rigorosas (prisão perpétua, pena de morte, penas de privação de liberdade maiores que 30 anos, limitação de muitos direitos dos presidiários, limitação de certas liberdades individuais à favor da segurança em casos extremos como o terrorismo, guerras, etc.) e a favor da lei e da ordem.

Logo, sou a favor da criminalização e punição rigorosa da anarquia (desordem, caos, bagunça, desobediência civil, guerra civil, etc.) e de todos os anarquistas violentos (adeptos de práticas políticas , ideológicas e filosóficas extremistas, radicais e violentas, Black Block e similares), vândalos, depredadores de patrimônio privado e público, terroristas e demais indivíduos que praticam quaisquer tipos de condutas que desrespeitam as leis jurídicas dentro de um estado democrático de direito.

Google+ Followers

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Follow by Email