domingo, 6 de novembro de 2016

Tema da Redacao no ENEM e a Doutrinacao Ideologica nas Escolas

O tema da redação do ENEM "Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil" é a prova cabal do tamanho da doutrinação ideológica que nossas crianças sofrem nas escolas brasileiras.

O Brasil tem 60 mil assassinatos por ano, mas para o ENEM o problema é a intolerância religiosa... alguém pode me dar um único exemplo de perseguição cometida em virtude intolerância religiosa no Brasil??? Acaso os pais de santo aqui são perseguidos? Os terreiros de macumba são fechados???

A rigor a única perseguição religiosa que existe no Brasil é a perseguição sofrida pelos evangélicos e provocada pelos "intelectuais". Boa parte dos intelectuais adora criticar os evangélicos, essa é a única perseguição religiosa relevante no Brasil.

O tema do ENEM é a prova cabal de que temos que dar um basta na doutrinação ideológica que nossas crianças vem sofrendo nas escolas. Notem que em momento algum o ENEM pergunta se existe intolerância religiosa!!! Parte-se do princípio de que existe intolerância religiosa no Brasil, e que a mesma é grande o bastante para suscitar o debate de como combate-la.

Vamos ser claros: NAO EXISTE perseguição religiosa no Brasil. A redação do ENEM é mais uma peca para doutrinar ainda mais nossas crianças.

9 comentários:

Rafael H M Pereira disse...

Adolfo, o tema de redacao do ENEM eh liberal. O Enem pediu que os alunos refletissem sobre o direito a liberdade religiosa e o respeito a diversidade.

Voce realmente nao acredita que isso seja um tema caro a filosofia liberal?

Adolfo Sachsida disse...

Rafael, acho que voce não leu direito. Vou repetir. O tema foi: "Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil". Diz pra mim, existe perseguição religiosa no Brasil??? Esse tema é apenas para legitimar um discurso politico viesado.

Adolfo

Rafael H M Pereira disse...

Adoldo,

pelos casos que ja ouvi de pichacao/depredacao em templo evangelico, casas de umbanda, centro espirita, cemiterios, etc., acho muito dificil negar que exista intolerancia religiosa no Brasil. No minimo, ha muito pre-conceito. No entanto, mesmo que a intolerancia seja restrita a algumas dezenas ou centenas de casos no Brasil afora, isso nao significa que o problema nao exista ou nao seja importante.

Mesmo que sejam poucos os casos de intolerancia religiosa no Brasil, combater essa intolerancia significa proteger direitos basicos das pessoas e o respeito a diversidade.

Adolfo Sachsida disse...

Caro Rafael,

O Brasil eh exemplo no mundo no que se refere a tolerância religiosa. Aqui cristãos, judeus, muçulmanos convivem pacificamente com uma serie grande de outras religiões. Negar isso eh simplesmente absurdo.

Adolfo

Eduardo Bohrer disse...

Prezado Rafael H. M. Ferreira, teu comentário poderia ser pertinente se o tema fosse liberdade religiosa. Ocorre que o tema foi perseguição religiosa no Brasil. Fica subentendio que existe perseguição religiosa no Brasil, o que é uma mentira. Certamente os professores que propuseram esse tema e os que o aprovaram estavam imbuídos das piores intenções possíveis.

Lucas Malta disse...

Adolfo, no Oriente Médio com a permissividade do multiculturalismo mediante a agenda politicamente correta está atraindo a verdadeira intolerância religiosa que é o Islamismo. O ocidente cristão oferece todo o aparato civilizacional de tolerância e liberdade de expressão. Porém ao meu ver, atacar essa base civilizacional é um tiro no pé tremendo, ao atacarem o cristianismo eles estão deteriorando aquilo que somente os países assegurados por uma moral cristã oferece: tolerância e liberdade de expressão (inclusive para falar mal do cristianismo). Eu tenho 17 anos e não fiz a prova por achar pueril demais tirar uma nota monumental no ENEM ao meu ver não prova intelectualidade alguma nesse país.

Unknown disse...

Ora, é óbvio que o assunto proposto pelo Enem diz respeito às "afro religiões nacionais. Ademais, você já tentou se apresentar como evangélico ou cristão em uma universidade pública? Em um curso de humanas? Já tentou socializar com alunos e professores?

Mas é verdade, há uma imensa e sistemática doutrinação via ENEM. Um exemplo disso foi, mais uma vez, questões relativas a Karl Marx. Weber, Durkheim e outros sociólogos de igual importância jamais deram as caras no exame nacional. Já Marx permanece com a sua cadeira cativa e coleciona mais aparições que Machado de Assis.

Ah, Adorno e Horkheimer também foram lembrados este ano. Ao menos inovaram nos autores...

Carlos_Magnum disse...

O que seria filosofia liberal?

Rafael H M Pereira disse...

Oi Eduardo Bohrer,
a relacao entre perseguição e liberdade religiosa eh bem proxima. Nao? Sobre a existencia de intolerancia ou pre-conceito religioso no Brasil, reforco o ponto que esse problema eh relevante do ponto de vista liberal, por menor que ele seja numericamente. Soh porque existem poucos estupros comparados a homicidos, isso nao significa que estupros nao existam ou naos sejam um problema importante a ser combatido.

Carlos_Magnum,
sobre filosofia liberal recomendo duas leituras
- Kymlicka, W. (2002). Contemporary political philosophy: An introduction. Oxford: Oxford University Press.
- essa aqui eh mais curta: http://plato.stanford.edu/entries/liberalism/

Adolfo,
o enunciado do Enem nao especificou qual/quais religioes sofrem intolerancia no Brasil. Eh perfeitamente plausivel que alguem queira escrever uma redacao com casos de perseguicao a catolicos ou evangelicos, como voce menciona. O ponto levantado pelo Enem nao eh qual a intensidade do problema e nem quais religioes sobre mais com isso, mas simplemente a questao da intolerancia em si, e por simetria, a questao do direito de liberdade religiosa dos individuos.

Google+ Followers

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Follow by Email