sábado, 5 de agosto de 2017

Game of Thrones: O Desastre Econômico e a Involução Intelectual e Moral de uma Civilização


"A única condição para o triunfo do mal é que os homens de bem não façam nada". (Edmund Burke).

Tal como milhares de pessoas pelo mundo sou um dos admiradores da série Game of Thrones. A série é um grande sucesso do canal HBO, e retrata a luta pelo unificação do poder entre os 7 reinos.

Um detalhe importante da série, que tem passado despercebido pela esmagadora maioria dos fãs, é que a sociedade onde se passa a saga involuiu ao longo de 1.000 anos. Geralmente tendemos a pensar que daqui a mil anos nossa sociedade estará mais rica e próspera. Imaginamos os avanços tecnológicos, médicos, e um crescente padrão de vida. Ora, olhando mil anos para trás em nossa própria sociedade é fácil ver o quanto evoluímos. Há mil anos o Brasil sequer tinha sido descoberto pelos portugueses, e uma série gigantesca de produtos e facilidades existentes hoje sequer era conhecida, e comparados com padrões atuais até mesmo reis viviam num padrão baixo de qualidade de vida.

Na saga de Game of Thrones são vários os exemplos de estagnação econômica, social, cultural, e intelectual. Por exemplo, as mesmas famílias dominam os mesmos reinos há centenas de anos. A famosa casa "Stark" é a defensora do Norte, e tem permanecido assim ao longo de mil anos. Aliás, a confusão toda da saga começa justamente por causa de um golpe de estado que tirou a casa "Targaryen" do trono de ferro. Mas interessante notar que economicamente não ocorreu evolução ao longo de mil anos, os mesmos castelos ainda são usados, as mesmas armas adotadas por ancestrais distantes continuam a ser empunhadas por seus herdeiros, e parte significativa do conhecimento simplesmente se perdeu.

Num dos episódios uma espécie de monge tenta curar um cavaleiro de uma doença para a qual o presente não tem resposta. Mas, olhando os livros do passado o monge encontra a cura. E o mesmo acontece para uma série outra de problemas para os quais as soluções foram completamente esquecidas, e só podem ser encontradas numa das poucas grandes bibliotecas dos Sete Reinos.

O motivo desse post é nos alertar que o que ocorre em Game of Thrones pode acontecer conosco: sempre é possível que uma sociedade involua, sempre é possível que o futuro da sociedade seja pior do que o presente. Infelizmente, parece que nos esquecemos de uma lição básica e importante: se tomarmos decisões erradas de maneira contínua e por um longo tempo iremos regredir. Isso já ocorreu no passado com a queda do Império Romano do Ocidente, logo após sua queda ocorreu uma deterioração no padrão de vida da sociedade ocidental, deterioração essa que duraria alguns séculos. Mais recentemente a deterioração do padrão de vida ocorre em alguns países africanos e do oriente médio que veem suas sociedades ficarem mais pobres econômica e culturalmente a cada ano. Perto de nós temos o exemplo autoevidente da Venezuela, que sem sombras de dúvida é um país pior hoje do que era há 10 anos.

Lutar por uma sociedade mais livre e justa é a única garantia que temos para evitar a deterioração de nossa sociedade, tal como dizia Ronald Reagan "A liberdade nunca está a mais do que uma geração de sua extinção. Não a transmitimos aos nossos filhos pelo sangue. Devemos lutar por ela, protegê-la, e entregá-la a eles para que façam o mesmo".

Um comentário:

Roberto Santiago disse...

Muitos outros países passaram pela mesma situação: Cuba antes e depois da revolução do Fidel que "não era comunista", e depois, por exemplo... misericórdia (tem um vídeo ótimo no youtube mostrando a bela Cuba pré-Castro). Tem também a Argentina antes e depois do malfadado casal Perón, e por aí vai. Países que têm um "passado glorioso pela frente", como disseram acertadamente os autores do ótimo "Guia Politicamente Incorreto da América Latina". Vale a pena conferir.

Google+ Followers

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Follow by Email